Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/11/adalberto-e-willian_novembro-dourado.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Os cruzeirenses Willian e Dagoberto estiveram presentes, no dia 03/11, no lançamento da campanha Novembro Dourado, na Fundação Sara Albuquerque, entidade sem fins lucrativos que oferece abrigo a crianças com câncer. Os jogadores são padrinhos do projeto que visa a conscientização da população para a importância do diagnóstico precoce e da cura da doença. Durante o evento, os dois conheceram a instituição e conversaram com os diretores da sobre o trabalho realizado. Uma das médicas raspou a cabeça para conscientizar e alertar contra o preconceito - os pacientes costumam perder cabelo durante o tratamento. A dupla cruzeirense foi muito assediada pelas pessoas presentes, especialmente pelas crianças que estavam no local.

Foto: Tayrane Corrêa.
[caption id="attachment_430900" align="aligncenter" width="562"] Atacantes do Cruzeiro conheceram o trabalho realizado na Fundação Sara Albuquerque.[/caption] Famoso pelo futebol, Willian avaliou a importância de participar do projeto: "Fiquei muito Feliz de ser padrinho do projeto. É muito gratificante. E nós somos reconhecidos na sociedade e temos que usar isso para dar nosso apoio, já que a divulgação é importante. E é importante também que conheçam o trabalho da fundação, que dá muito apoio para as crianças." A fundação oferece hospedagem às crianças e adolescentes do Interior do Estado já diagnosticadas com câncer e que precisam se tratar em Belo Horizonte. Para Dagoberto, o trabalho é essencial para estas crianças tenham acesso ao tratamento. "As pessoas param para ver o futebol, e que a gente como o jogador possa ajudar na cura do câncer infantil de alguma forma. Eu vim agora conhecer a casa, e é uma maravilha ver como eles ajudam as pessoas do Interior. Eu sou do Interior do Paraná e vejo o quanto é difícil a ajuda. E principalmente por mexer com crianças. Que a gente possa se conscientizar, de que fazer o exame é importante.", declara o jogador. João, de dez anos de idade, é uma das crianças do projeto. Com leucemia, o garoto aproveitou para tirar foto ao lado dos jogadores Cruzeiro, mesmo sendo atleticano.   CTA-anuário-BANNER-GERAL