Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2014/05/Amazonia_Arena.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A Arena da Amazônia contará com internet wi-fi durante os jogos da Copa do Mundo, segundo o Ministério das Comunicações. Além de Manaus, outros cinco estádios das 12 sedes do mundial também oferecerão o serviço: Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA), Porto Alegre (RS) e Cuiabá (MT). Segundo a Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa), que confirmou a informação no dia 20/05, por telefone, as operadoras de telefonia móvel já deram início ao processo de instalação do serviço que permitirá ao público da Arena da Amazônia acesso wi-fi gratuito durante os jogos.

Foto: Divulgação.
[caption id="attachment_398465" align="aligncenter" width="562"] Arena Amazônia terá rede wi-fi durante os jogos da Copa do Mundo de 14.[/caption] O Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia (Sinditelebrasil) alertou, em Brasília, que pelo menos dois estádios da Copa do Mundo não poderão oferecer telefonia e banda larga móveis aos torcedores. Por causa do atraso nas obras de conclusão do Itaquerão (SP) e da Arena da Baixada (PR) não foi possível realizar testes necessários para os equipamentos de transmissão. Para o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, as estruturas de 3G e 4G até ficarão prontas a tempo dos primeiros jogos, mas, sozinhas, não serão suficientes para conseguir atender toda a demanda esperada durante as partidas da competição. “Infelizmente, em seis estádios não haverá reforço do sinal por meio do wi-fi, o que ajudaria a absorver o uso de dados pelos torcedores. Mas isso não ocorrerá porque os administradores das arenas não quiseram”, disse.