Esta página pode utilizar cookies.

Aracaju é palco da primeira "Panelada Sergipana"

Chefs de cozinha e professores sergipanos e brasileiros se reunirão em Aracaju nos dias 22 e 23/10 para o 1º Encontro de Gastronomia Sergipana – Panelada. Durante a ocasião, palestras serão ministradas em um total de 16h de aulas teóricas com foco no tema ‘Sou brasileiro, nordestino e sergipano’. O evento acontecerá no auditório do Senac, das 08h às 12h e das 14h às 18h. Para explicar um pouco mais sobre o evento, a organização ofereceu um café no Sandrin Praia Hotel na noite da última terça-feira (16/10). De acordo com Lícia Melo, organizadora do evento, a Panelada tem o intuito de difundir entre os sergipanos a cultura de seu próprio Estado. “É preciso que se descubra quão rica é a gastronomia e a cultura no Estado, que o povo entenda a ‘sergipanidade’”, diz Lícia. Para a terapeuta Lucirene Folly, a Panelada é uma oportunidade para apresentar as iguarias do Estado. “Em Sergipe existe uma tendência em valorizar apenas o que vem de fora, a produção local deixa de ser consumida. Existe a necessidade de fortalecer o jeito de ser da cultura sergipana. Eu mesma, que vim de fora, conheci muitas coisas novas e gostosas aqui”, diz. Rosana Eduardo, professora do curso de Turismo da Universidade Federal de Sergipe (UFS), concorda. “A economia e o turismo deixam de ganhar pelo fato de que o próprio sergipano não criou relações afetivas com sua cultura e não sabe valorizá-la”, aponta. Entre os convidados da 1ª Panelada estão o chef Guga Rocha, pesquisador da gastronomia brasileira com passagens por cozinhas de todos os continentes, além de profissionais de Turismo e Gatronomia de Sergipe, como Kátia Viana (Unit), Érica Fraga (Serigy), Rosana Eduardo (UFS), Marco Sousa (Unit), Adriana Hagenbeck (Mãe Preta), Luciano Leal (ABIH-SE, Mercure), Rodolfo Souza (Picuí Gourmet), Paula Marchi (Raffinata), Hugo Julião (Embaixadores de Sergipe).