Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/wp-content/uploads/2013/03/Policia_Militar_formatura.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

A data foi instituída em homenagem ao patrono nacional das polícias militares, Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, executado em 21 de abril de 1792. Tiradentes foi Alferes de Milícia (cargo correspondente ao de tenente da PM), onde exerceu as funções de comandante do destacamento de Dragões na patrulha do Caminho Novo, em Minas Gerais. As Polícias Militares são as forças de segurança pública que têm por função primordial o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública. São forças auxiliares e reserva do Exército Brasileiro e integram o sistema de segurança pública e defesa social do Brasil.

À Brigada Militar e a seus policiais militares, é incumbida a função de polícia ostensiva, de preservação da ordem pública, a fim de assegurar o cumprimento da lei e a incolumidade das pessoas e do patrimônio, bem como é o sustentáculo da democracia, enquanto responsável pela defesa dos poderes constituídos. Além disso, há policiais militares nas estradas, através do Comando Rodoviário; na prevenção e combate de incêndios, na buscas e salvamento e na execução de atividades de defesa civil, através do Corpo de Bombeiros; e na proteção do meio ambiente, atividade realizada pelo Comando Ambiental, entre tantas outras ações desenvolvidas pela Brigada Militar, único órgão público do Estado presente nos nossos 496 municípios, constituindo-se, por isso A FORÇA DA COMUNIDADE! “MESMO COM O RISCO DA PRÓPRIA VIDA!” Em seu juramento, o Policial Militar, ao ingressar na corporação, compromete-se em regular sua conduta pelos preceitos da moral, dedicar-se inteiramente ao serviço policial militar, à preservação da ordem pública e à segurança da comunidade, mesmo com o risco da própria vida. Em toda e qualquer situações, faça sol ou faça chuva; na madrugada fria ou no calor escaldante do verão, sob quaisquer condições, o policial militar está pronto para enfrentar o perigo. Eles têm como valores a disciplina, a organização, o amor à pátria, a solidariedade e a perseverança, entre vários outros que orientam suas atividades dentro e fora do quartel: “Ser Policial é, além de uma profissão, uma razão de ser. É enfrentar a morte e mostrar-se um forte no que acontecer.”