Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/uploads/2016/06/images/Feira_Sweets_%26_Snacks.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Um dos principais do setor, o evento garantiu resultados superiores aos de 2015 às associadas da ABICAB e com mercados de alta relevância
O Brasil Sweets and Snacks, projeto setorial de promoção de exportações desenvolvido pela Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados (ABICAB) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), contribuiu para sete associadas fecharem negócios da ordem de US$ 810 mil durante a feira Sweet & Snacks, realizada de 24 a 26 de maio, em Chicago (EUA). O resultado é 179% superior ao obtido na edição anterior do evento.

Em negócios para os próximos 12 meses, está previsto o valor de US$ 5,4 milhões, mais de 112% do que o conquistado em 2015. Nessa 28ª edição da feira, participaram Docile, Embaré, Harald, Riclan, Peccin, Simonetto e Simas -- a média total de contratos assinados por cada uma dessas empresas com compradores internacionais alcançou US$ 887 mil, um crescimento de mais de 119% se comparado aos números do ano anterior.

A Sweets & Snacks, uma das maiores feiras de confectionery do mundo, foi uma oportunidade para as participantes do Brasil realizarem 166 contatos, sendo que, destes, 86 foram com novas empresas estrangeiras. Estados Unidos, Canadá, África do Sul, Panamá e México foram os países com os quais o Brasil realizou negócios. “São mercados de alta relevância, que buscam inovação, qualidade, segurança e preço competitivo, atributos que a indústria brasileira tem apresentado de forma consistente. A cada ano assistimos a um avanço importante dos nossos players no cenário global, o que consolida a exportação como uma atividade fundamental para a indústria”, ressalta Romualdo Silva, vice-presidente de Exportação da ABICAB. O Brasil é o 4º maior produtor de confectionery do mundo e o 6º maior mercado de consumo. Para saber mais e participar do projeto, basta acessar http://www.sweetbrasil.org.br/br/participe.

Além da participação na Sweets & Snacks, as associadas participaram, ainda, da Missão Prospectiva Estados Unidos 2016. A ação foi promovida em parceria com a Associação Brasileira das Indústrias de Biscoitos, Massas Alimentícias e Pães & Bolos (Abimapi), Apex-Brasil e Ministério das Relações Exteriores, através do Setor Comercial do Consulado General do Brasil em Chicago. Foram realizados seminários sobre o mercado norte-americano, ação de relacionamento com jornalistas e formadores de opinião, visitas à feira NRA Show e visitas técnicas a pontos de venda selecionados.