Esta página pode utilizar cookies.
Warning (2): getimagesize(/uploads/2016/06/images/BOA.jpg): failed to open stream: No such file or directory [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 44]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Warning (2): Division by zero [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]
Notice (8): Trying to access array offset on value of type bool [ROOT/plugins/Amp/src/Template/Categoria/conteudo.ctp, line 46]

Em um minidocumentário veiculado a partir de hoje, 10 de junho, nas redes da marca – veja aqui - nomes como o sambista Nelson Sargento, o fotógrafo Walter Firmo e Nilcemar Nogueira, neta do casal, contarão detalhes deste amor imortalizado em música e no escudo da Mangueira. 

Se “o amor é uma canção que não se ouve”, como diz Walter Firmo, Zi-Cartola fizeram o mundo ouvir e cantar a sua história com a música “As Rosas não falam”. Um ramo de rosas murchas plantado no jardim na véspera de seus 65 anos, virou letra de música ao desabrochar e eternizou esse amor.   

Igual ao amor de Cartola por Dona Zica, era o seu pela Estação Primeira de Mangueira. Nilcemar contou exclusivamente para o documentário da BOA que Cartola guardou o primeiro adesivo de carro com o escudo da Escola e pediu que quando morresse queria ser enterrado com ele. Anos depois, no dia de seu falecimento, sua esposa cumpriu a promessa e o sambista descansou em paz com seu segundo amor colado no peito. O documentário terá versões de 4 minutos, 1 minuto e trinta segundos e trinta segundos. 

“Nós de Antarctica nos inspiramos e nos emocionamos com histórias de verdade. São elas que fazem o nosso coração batucar mais forte. Contar o amor de Zi-Cartola, pela voz de pessoas tão importante na história dos dois, é nossa forma de celebrar o dia mais romântico do ano.  Um presente da BOA, que ficará para sempre, feito daquilo que mais acreditamos e que não tem medida e nem hora para acabar, samba e amor”, comenta Maria Fernanda de Albuquerque, diretora de marketing de Antarctica. 

Para que todos possam deixar suas rosas falarem, Antarctica distribuirá rosas azuis pelo Rio de Janeiro neste domingo, 12 de junho, para inspirar casais e futuros casais a celebrarem o amor numa BOA. 

50 bares da cidade serão floridos, para inspirar encontros, histórias de amor e o clima de romance. O serviço de Correio do Amor virá junto com as rosas, afinal o amor pode desabrochar a qualquer momento. 

A BOA também estará disponibilizando uma landing page, www.antarctica.com/diadosnamorados, a partir de sábado, 11, para que as pessoas possam customizar uma mensagem e declarar o seu amor de maneira original. O minidocumentário e a landing page foram criados pela agência BFerraz.