A Samsung acaba de anunciar uma parceria inédita com o Governo Regional de Cusco, no Peru, para equipar a primeira e mais antiga escola republicana do país andino.

Samsung anuncia aliança para promover a inovação na preservação da cultura quéchua no Peru

16/08/2017

A Samsung acaba de anunciar uma parceria inédita com o Governo Regional de Cusco, no Peru, para equipar a primeira e mais antiga escola republicana do país andino.

Fundada por Simón Bolívar em 1825, o Colégio Nacional de Ciências é considerado uma instituição emblemática e, com 192 anos, atende hoje mais de 2 mil alunos da cidade, que passarão a ser beneficiados com a tecnologia da empresa em seu processo de aprendizagem.

Além de promover o programa Smart School, a Samsung tem o objetivo de revalorizar a cultura quéchua, que descende do antigo império inca. Como parte das atividades a serem conduzidas na nova unidade, a companhia levou um grupo de alunos de destaque para uma visita ao sítio arqueológico de Machu Picchu, também conhecida como a "cidade perdida dos incas".

"A Samsung tem a co-prosperidade como um valor corporativo. Queremos usar nossa tecnologia para melhorar a educação e apoiar o desenvolvimento social na região, assim como contribuir para preservar a língua e a cultura quéchua", explica Helvio Kanamaru, gerente sênior de Cidadania Corporativa da Samsung América Latina.

De acordo com ele, serão oferecidas aulas que usam ferramentas tecnológicas para revalorizar o quéchua para alunos de séries específicas até o fim deste ano, com a intenção de manter no decorrer de 2018.

"Poder contribuir com a preservação de uma língua ancestral como a quéchua, aliando inovação e conhecimento, é um importante resultado do programa da Samsung", ressalta Kanamaru.

Samsung Smart School

O Samsung Smart School consiste em equipar salas de aula em escolas da rede pública com dispositivos tecnológicos, visando proporcionar a alunos e professores um ambiente de qualidade para a educação. O objetivo da companhia com essa iniciativa é contribuir para o aprimoramento no processo de aprendizagem, fornecendo novas tecnologias e equipamentos, bem como tornando o ambiente educacional mais intuitivo, interativo e eficiente.

"A Smart School é uma grande oportunidade proporcionada pela Samsung, uma chance de trilhar um novo caminho de aprendizado em um mundo sem fronteiras", afirma o estudante Edard, 17 anos.

Na opinião de Elvis, 16 anos, a iniciativa "é uma excelente maneira para que os alunos treinem e aprendam por meio de um ensino inovador, com o uso de tablets, por exemplo". Para o aluno Alberto, 15 anos, "trata-se de uma inovação pedagógica que contribui para o desenvolvimento do país, assim como dos jovens, que podem criar ainda mais".

Desde 2013, cerca de 2.500 Smart Schools em mais de 90 países têm oferecido novas oportunidades de aprendizagem para mais de 300 mil jovens em todo o mundo. Na América Latina, a Samsung já inaugurou um total de 144 unidades nos últimos quatro anos. No Peru, são 12 escolas localizadas em nove regiões do país, em costa, serra e selva, beneficiando mais de 12 mil estudantes.


Fonte:: Redação