Renner utiliza energia solar para abastecimento de lojas

12/09/2019


Quatro lojas do Rio de Janeiro já recebem energia elétrica proveniente desta fonte renovável. A iniciativa está alinhada aos compromissos de sustentabilidade assumidos pela companhia.

Comprometida com as melhores práticas de responsabilidade social e ambiental no desenvolvimento dos seus negócios, a Renner, maior varejista de moda do Brasil, começou a abastecer as lojas a partir de geração fotovoltaica.

Confira as últimas novidades do varejo aqui.

Leia também: Renner inova com anúncio em AR no Facebook.

Desde fevereiro deste ano, todo o consumo energético de quatro unidades do Rio de Janeiro é suprido desta forma: são três lojas de rua localizadas em Ipanema, Copacabana e Largo do Machado e uma loja no Shopping Madureira.

A operação obedece às normativas da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para a chamada “geração distribuída”. Nesta modalidade, um micro ou minigerador injeta na rede de distribuição o volume produzido e recebe créditos para ter acesso à energia fornecida pela empresa distribuidora.

Loja do Largo do Machado no Rio de Janeiro (Foto: Alessandro Costa).

A fazenda solar localizada no município de Vassouras, a 120 quilômetros da Capital fluminense, foi construída e é operada por um empreendedor parceiro. O espaço possui 4 mil painéis fotovoltaicos, que produzem em média 1,8 mil megawatts/hora/ano (MWh/ano), com 1,32 megawatts (MW) de potência.

O projeto está alinhado aos compromissos públicos de sustentabilidade assumidos pela Lojas Renner para 2021. As metas, anunciadas no ano passado, incluem o suprimento de 75% do consumo corporativo de energia a partir de fontes renováveis de baixa emissão (podendo ser solar, eólica, pequenas centrais hidrelétricas, biomassa, etc) e a redução de 20% das emissões de dióxido de carbono (CO2) em relação ao inventário de 2017.

“Com esta iniciativa, pretendemos aprofundar o conhecimento sobre o modelo e replicar a boa prática para outras lojas e também para os fornecedores de nossa cadeia produtiva, com o objetivo de incentivar e fomentar as premissas da sustentabilidade.”, explica a diretora de Operações da Lojas Renner, Fabiana Taccola.

No caso do Rio de Janeiro, a aquisição de energia a partir da geração distribuída ainda garantiu para a Renner uma redução do custo de energia elétrica mensal de cada uma das lojas.

De acordo com a Aneel, existem 2.474 centrais de energia solar em operação no Brasil, com potência fiscalizada de 2,1 mil MW, o que representa 1,27% do parque gerador brasileiro, consideradas todas as fontes.

 

 

Fonte: Redação.

TAGs: marketing-sustentável renner responsabilidade-social rio-de-janeiro