Burger King cria assinatura de café

18/03/2019


Programa de fidelidade de US$ 5 mensais é uma tentativa da rede de atrair mais pessoas e capitalizar o aumento de 2% nas bebidas pedidas em lojas de atendimento rápido.

Com o objetivo de gerar novos negócios, o Burger King lança, nos Estados Unidos, uma assinatura de café por US$ 5 mensais.

Confira as últimas novidades do varejo aqui.

Leia também: Burger King volta a provocar o McDonald's.

A assinatura representa uma mudança de espaço dedicado a programas do tipo, uma vez que os restaurantes de fast-food estão competindo cada vez mais pela simplificação do tráfego de consumidores.

Os visitantes de lojas de serviço rápidos aumentaram, em 2018, apenas 1%, segundo a empresa de pesquisa de mercado NPD Group.

Redes de café como Starbucks e Dunkin’ Donuts oferecem serviços que compensam os clientes com bebidas gratuitas. Porém, o modelo de taxa fixa é incomum para uma marca como Burger King e mostra o desejo da rede de mirar negócios diferenciados. Nos últimos anos, as empresas de café com assinatura e pedidos pelo correio ganharam força, mas as versões em lojas físicas não obtiveram sucesso.

A ação do Burger King é uma tentativa de atrair mais pessoas e capitalizar o aumento de 2% nos cafés pedidos em redes de atendimento rápido, no último ano, fala David Portalatin, vice-presidente da NPD Group. “Qualquer entusiamo ou inovação que uma cadeia de serviços rápidos introduz para incentivar mais visitar de clientes é uma oportunidade bem-vinda.”, diz.

Depois da campanha “Google Home of The Whopper”, comercial de Burger King que funciona como comando de voz para Google Home, o café mensal por US$ 5 é a mais nova tentativa da empresa de fazerem as pessoas baixarem e usar o aplicativo da companha.

No final de 2018, o Burger King ofereceu US$ 0,01 para aquelas pessoas que pedissem comida na rede, quando estivessem perto de um restaurante do McDonald’s.

Fonte: Redação.

TAGs: