O Airbnb se torna hoje o primeiro provedor de hospedagem a criar e implementar um recurso de divisão de pagamento para todo o mundo. 

Airbnb lança divisão de pagamento e facilita viagens em grupo

30/11/2017

Compartilhar uma viagem com amigos pode criar memórias inesquecíveis. Mas e a conta no final? Essa é uma outra história. Entre levantar a lista de quem pagou o que e dividir de forma justa todos os custos, os pagamentos de uma viagem em grupo podem facilmente virar uma dor de cabeça.  

Por isso, a partir de hoje, 28, o Airbnb se torna o primeiro provedor de acomodações a criar e implementar um recurso de pagamento dividido para seus usuários em todo o mundo.

No final de 2016, o CEO e fundador do Airbnb, Brian Chesky, perguntou a seus usuários: "Se o @Airbnb pudesse lançar qualquer coisa em 2017, qual seria?". Um dos principais pedidos foi o pagamento em grupo. Portanto, ouvindo seus consumidores alto e claro, o Airbnb está cumprindo essa promessa  e lança agora a possibilidade de pagamentos divididos.

Vale destacar que cerca de 4 em cada 5 viajantes americanos (79%) estiveram em viagens de grupo nos últimos cinco anos, de acordo com uma recente pesquisa do Airbnb realizada pela DKC Analytics com 2 mil pessoas*. O novo recurso foi testado nos últimos meses, com sucesso por mais de 80 mil grupos em todo o mundo em quase 175 países, usando mais de 44 moedas diferentes.

O Airbnb está bastante animado com este lançamento que ajudará a resolver um problema recorrente em muitos grupos de pessoas que optam por viajar juntas. Dentre os que viajaram em grupo, dois quintos (38%) declararam que não receberam todo o dinheiro investido de seus companheiros de viagem.

Uma grande quantidade delas (43%) afirma já ter perdido mais de US$ 1.000 ou mais em reembolsos de viagens, e 18% de viajantes frequentes calculam perdas de até US$10.000 ou mais, já que as viagens em grupo, muitas vezes, significam que uma das pessoas ficará responsável pela organização e por fazer os maiores gastos para que depois sejam repassados aos demais. 52% dos entrevistados disseram ter arcado com U$ 500 ou mais em uma viagem, e quase um terço (31%) investido mais de US$ 1.000. Agora, o recurso de pagamento dividido aliviará os encargos financeiros para os organizadores de viagens e acabará com a dor de cabeça com os custos referentes à reserva. Os hóspedes do Airbnb não terão que correr atrás de seus amigos e familiares depois de uma viagem para obter o reembolso. 


Fonte:: Redação