ShowRoom de Natal alavanca negócios para a 2a1

12/03/2018


O carnaval acabou outro dia. A Páscoa nem chegou. Mas em um imenso galpão de 11 mil metros quadrados em Guarulhos, na região metropolitana de São Paulo, ninguém se engana: já é Natal. Isso porque a partir desta semana a 2a1 Cenografia recebe representantes de mais de 200 Shopping Centers de toda América Latina para apresentar os projetos que serão montados na temporada de Natal 2018.

Caio, Danielle, Nelson Paulino


Tudo começou em 1999 quando os irmãos Caio, Danielle e Nelson Paulino perceberam que já não bastavam laços vermelhos e um boneco de Papai Noel para fazer a festa dos shoppings centers.

A partir daí um audacioso e talentoso projeto iniciou o investimento em licenças exclusivas das maiores corporações do mundo como Dreamworks, Mauricio de Sousa Ao Vivo, Play-Doh, Nickelodeon, entre outras.

A aceitação foi incrível e os projetos com os personagens preferidos pela criançada se multiplicaram, tendo sempre o bom velhinho como anfitrião. Só no ano passado a 2a1 Cenografia realizou 60 natais. Para 2018 a previsão é de 75 projetos.

Este aumento ocorre pela criatividade mas sobretudo pelo talento e uso da tecnologia pelos profissionais da 2a1. Para 2018, os temas explorados serão Patrulha Canina, Bob Esponja, Dora Aventureira, Shrek e Madagascar, conforme explica Caio Paulino, o diretor de marketing.

"Além dos já consagrados movimentos de objetos cenográficos, as experiências que produzimos com exclusividade são complementadas com imersões utilizando recursos como mega touch, realidade virtual, realidade aumentada,  e hologramas. O resultado é fascinante" completa.

Segundo Danielle Paulino, diretora comercial da empresa, “a expectativa é que em 2018 o crescimento ocorra na mesma proporção que no ano passado. "Temos muitas novidades em tecnologia e interatividade, realizamos um aporte bem grande nesta área. Em média, uma decoração completa sai por R$ 400 mil. “Mas o céu é o limite”, frisa Danielle.

Cenários encantadores produzidos pela 2 a 1 embalam o sonho de Natal da criançada

 A pesquisa de mercado realizada pelo Promoview e publicada no Anuário Brasileiro de Live Marketing atesta isso. Pelo estudo, o preço médio destes projetos é de R$ 250 mil e há decorações que podem bater na casa dos R$ 2 milhões.

Entretanto obter lucro não é tarefa para iniciantes. As negociações são complexas e o resultado só aparece com uma boa gestão. “Do motorista ao cenógrafo, passando por toda a mão de obra, contabilizamos mais de 200 funcionários e não terceirizamos nada”, afirma Nelson Paulino, diretor de Operações da 2a1.

Personagens consagrados e muita tecnologia colocam a 2a1 na liderança do mercado de projetos natalinos

Todo este trabalho perfeitamente integrado resulta em projetos cenograficos encantadores. Ao longo do ano, a decoração é montada em um espaço dentro da sede da empresa e, sob agendamento, representantes do shopping podem conferir, pedir ajustes, adaptações e aprovar.

Apesar de toda antecedência o segredo permanece: Qual shopping é dono de qual decoração? Estratégia de marketing, para não quebrar o clima natalino.

Fonte: Redação Promoview