Uma porção de farinha de mandioca, um caldo quente, uma mão habilidosa e logo fica pronta esta iguaria tão comum entre os descendentes de açorianos, comunidade que colonizou o Litoral catarinense e se orgulha em manter firmes as tradições dos antepassados.

Tradição da gastronomia açoriana é o destaque da Festa Nacional do Pirão

14/08/2017

Uma porção de farinha de mandioca, um caldo quente, uma mão habilidosa e logo fica pronta esta iguaria tão comum entre os descendentes de açorianos, comunidade que colonizou o Litoral catarinense e se orgulha em manter firmes as tradições dos antepassados.

Chamada de pirão, a mistura é um dos destaques da 21ª Festa Nacional do Pirão. Tudo ocorre em Barra Velha (SC), a Capital Catarinense do Pirão, definida oficialmente por lei em 2016. São 21 anos de tradição em que o prato é a estrela do evento.

A gastronomia é o ponto alto da festa. Dez boxes comercializarão o prato típico. A produção e venda é feita por entidades assistenciais da cidade que aproveitam o lucro para incrementar a renda anual. No cardápio, pirão d’água, pirão de carne com linguiça, pirão de peixe e pirão de camarão, só para citar algumas variações.

A mesma receita que atrai tanta gente, também é o responsável pelo concurso “Farinha pouca, meu pirão primeiro”, que premia quem consegue preparar e comer mais rápido um pirão com 200 gramas de farinha de mandioca e 200 mililitros de água, utilizando somente um garfo e apenas uma mão.

“Parece simples, mas é complicado porque não é apenas jogar um ingrediente no outro e mexer. Tem que ter técnica e não pode haver desperdício”, comenta Daniel Pontes da Cunha, presidente da Fundação de Turismo e um dos organizadores da prova.

Horários da Festa Nacional do Pirão

Na abertura (6/9), a programação inicia às 18h. Nos dias seguintes, até domingo, a estrutura estará aberta já às 11h, com atividades gastronômicas, apresentações locais, exposição de artesanato e uma série de atrações até às 4h da madrugada.

Vale destacar que além dos shows nacionais, também estão previstos bailes e muita diversão. A Vila Açoriana contará com mais de 20 estandes para apresentação da cultura local. Artesãos com diferentes habilidades vão expor seus trabalhos na mostra “Saberes e Fazeres da Cidade”.


Fonte:: Redação