Encerrado nesta sexta-feira, o segundo chamamento público da Riotur para patrocinar o Carnaval 2018 teve uma única proposta, da Uber.

AVERA
 

Uber apresenta proposta de R$ 10 milhões para patrocinar o carnaval do Rio

04/11/2017

Encerrado nesta sexta-feira, o segundo chamamento público da Riotur para patrocinar o Carnaval 2018 teve uma única proposta, da Uber. A empresa se dispôs a assumir integralmente o caderno de encargos, no valor de R$ 10 milhões, a serem captados via Lei Rouanet.

A oferta já havia sido feita no primeiro chamamento, realizado em agosto, mas o edital não previa a possibilidade de captação de recursos pelo mecanismo de incentivo fiscal. Diante da necessidade de atrair patrocinadores, a Riotur mudou a estratégia e, dessa vez, a proposta da Uber se encaixou no escopo. No entanto, ainda será submetida à análise da comissão julgadora para então ser oficializada.

Do total de R$ 10 milhões, R$ 6,5 milhões serão destinados às 13 escolas do Grupo Especial (R$ 500 mil, cada) e o restante irá para a montagem da infraestrutura dos desfiles dos grupos de acesso que se apresentam na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, na Zona Norte.

No primeiro chamamento, que buscava patrocinadores para cotas destinadas ao financiamento do carnaval de rua, a Ambev ofereceu a proposta de R$ 8,1 milhões, que foi aceita. Já a proposta da Dream Factory, que se dispôs a pagar despesas de R$ 74.392.949, divididas por três anos, em troca da exclusividade, não foi oficializada por fugir ao escopo do edital.

— Estamos felizes com outra resposta positiva à nossa iniciativa, que trouxe ainda mais transparência ao processo comercial do carnaval. Agora, a proposta sofrerá minuciosa análise jurídica e também por parte da comissão julgadora para depois ser oficializada. Essa é mais uma demonstração de que mesmo com a retração econômica que o país atravessa e apesar do momento delicado que vivemos o Rio de Janeiro e seus eventos continuam sendo imbatíveis — comemorou o empresário Marcelo Alves, presidente da Riotur.

A Riotur ainda pretende lançar um novo caderno de encargos para conseguir novas cotas de patrocínio para o carnaval.


Fonte:: Redação