Holandesa De Heus, que opera comercialmente no Brasil há cinco anos, anuncia – para o dia 20 de setembro, na Universidade Estadual de Londrina (UEL) – a inauguração do Centro Experimental para Pesquisas em Nutrição de Suínos.

Londrina ganhará novo Centro de Pesquisa De Heus para rações animais

17/09/2017

Mantendo a tradição de fazer parcerias globais com conceituadas instituições de pesquisas nos países onde atua, a holandesa De Heus, que opera comercialmente no Brasil há cinco anos, anuncia – para o dia 20 de setembro, na Universidade Estadual de Londrina (UEL) – a inauguração do Centro Experimental para Pesquisas em Nutrição de Suínos.

Desde que chegou ao País, a multinacional triplicou suas operações, período em que também modernizou e implantou novas estruturas. Recentemente inaugurou uma nova Unidade Administrativa em Campinas (SP); o Laboratório de Controle de Qualidade, localizado na Unidade 2, em Rio Claro (SP); e a nova Fábrica Dedicada, em Toledo (PR).

No Centro Experimental são desenvolvidos pesquisas e experimentos em intercâmbio com o Centro de Excelência da empresa na Holanda, com foco em promover a melhoria contínua em produção e gestão nutricional de suínos.

"Esse novo espaço, construído com o apoio da De Heus, representa um momento importante para reforçarmos nossa forma de atuar: incentivando o progresso nos países em que a empresa atua", explica Hermanus Wigman, diretor-presidente da companhia.

As pesquisas em parceria com a UEL também estão voltadas para a nutrição e a saúde dos leitões, potencializando ao máximo a produtividade e a lucratividade dos sistemas de produção. Nesta área, a De Heus – conhecida mundialmente pelas inovações relacionadas à nutrição animal – recentemente lançou o Sistema Romelko, que oferece ao mercado um inovador conceito nutricional para leitões, melhorando a performance dos animais em todo o ciclo.

Na inauguração do espaço de pesquisa na UEL, a companhia apresentará em detalhes o projeto e a estrutura de trabalho desse programa de integração para a comunidade acadêmica da própria Universidade e de outras de destaque na região, como UNIFIL, UNOPAR, UENP e UEM, associações e importantes profissionais da área privada.

"Estamos buscando superar os nossos desafios e avançar no mercado; por isso, investimos em pessoas, tecnologia e estrutura, buscando trazer melhorias contínuas e acelerar a eficiência em nossas atividades relacionadas à nutrição de animais", destaca Wigman.

Além de conferir a instalação e conhecer todo o projeto de trabalho, os participantes poderão participar de um workshop – com palestras, discussões, intercâmbios de conhecimentos e compartilhamentos de expertise global da empresa - ministrado por técnicos e pesquisadores de referência no segmento. O Workshop é aberto ao público e mais informações poderão ser obtidas através do e-mail: [email protected]


Fonte:: Redação