Curitiba vai sediar pela primeira vez o evento que coloca a cidade definitivamente na rota cultural da América Latina. Vem aí o Curitiba Divercity, que acontece na capital paranaense nos dias 7, 8 e 9 de julho, no ExpoUnimed.

Curitiba Divercity coloca a cidade no roteiro latino-americano de entretenimento

16/06/2017

Curitiba vai sediar pela primeira vez o evento que coloca a cidade definitivamente na rota cultural da América Latina. Vem aí o Curitiba Divercity, que acontece na capital paranaense nos dias 7, 8 e 9 de julho, no ExpoUnimed.

São três dias com uma programação que traz uma visão moderna da cultura e da arte, colocando a inteligência emocional como condutora de temas envolvendo: arte-educação, economia criativa e empreendedorismo cultural. Tudo isso reunido em um espaço de 6 mil m².

O Curitiba Divercity promove a diversidade cultural e abrigará um grande espaço de diversão e experiências, integrando apresentações de dança, palestras, workshops e atividades para todas as idades. Comportamento, cultura, música, moda e educação serão tratados em encontros com especialistas e profissionais do universo cultural.

No decorrer da programação do Curitiba Divercity, palestras e workshops trazem ao público a possibilidade de pensar os rumos e as possibilidades de desenvolvimento profissional no mundo cultural. Atividades como o Circuito Flip Flop, que traz expoentes dos eventos especializados em expressões urbanas, tratando temas culturais e de educação, como: “Dançando e criando negócios na economia criativa” e ”A importância da experiência artística nas escolas num século tecnológico”.

Além do 2º Fórum Nacional de Economia Criativa para Dança, que reunirá gestores, produtores, artistas e articuladores de todo o país para conversar sobre as tendências do empreendedorismo cultural. Palestras e debates sobre educação apresentarão ao público um panorama da relação entre os jovens e a cultura. Afinal de contas, como a formação artística é contemplada nas escolas?

No evento, 10 eco bikes serão disponibilizadas, onde as pessoas poderão carregar seus telefones celulares com a energia gerada com suas próprias pedaladas, chamando a atenção para a sustentabilidade.

As crianças também são contempladas pela programação. Além da mostra nacional “Criança que Dança”, que contará com a apresentação de escolas de dança infantis, os pequenos poderão frequentar oficinas educacionais durante todos os dias da programação. Brincadeiras e aprendizagens em um só lugar.

O idealizador e produtor do evento, Octávio Nassur, conta que o Curitiba Divercity surgiu da necessidade de se criar um ambiente de experiências na cidade, com formas urbanas de expressão. “A intenção é unir em um só espaço a vivência artística e um espaço para uma formação que vai além da performance da dança”, diz.

O Curitiba Divercity já nasce entre os maiores eventos do gênero na América Latina. Durante os três dias de evento, mais de 15 mil pessoas devem prestigiar os expositores e palestrantes de diversos países, além de bandas e Djs que se apresentam ao longo dos dias.

E tem mais: a partir de agora, o FIH2, maior festival de danças urbanas da América Latina, é parte do Curitiba Divercity.


Fonte:: Redação