Diante da influência que Moda & Estilo tem sobre os hábitos de consumo na sociedade, a Associação Baiana do Mercado Publicitário, em parceria com a Kantar IBOPE Media, divulga pesquisa sobre o tema, aplicada em Salvador e região metropolitana.

Baianos se importam com opinião dos outros sobre aparência

04/10/2017

Diante da influência que Moda & Estilo tem sobre os hábitos de consumo na sociedade, a Associação Baiana do Mercado Publicitário, em parceria com a Kantar IBOPE Media, divulga pesquisa sobre o tema, aplicada em Salvador e região metropolitana, com retrato do que as pessoas mais compram e com que frequência, por exemplo.

Dos entrevistados, 44% da população dizem estar em dia com o assunto, ficando 10% acima da média nacional. Destes que entendem de moda, 56% acreditam que usar marcas de renome melhora aparência pessoal, 53% gostam de se destacar quando estão em público e 52% se importam com opinião dos outros quanto à aparência.

Em relação ao público geral, a média é de 5,44 itens de vestuário/acessórios masculino ou feminino comprados individualmente nos últimos 12 meses por 70% dos moradores da região. As peças mais adquiridas foram shorts e bermudas (48%), calça (45%) e roupas íntimas femininas (42%). Dos 32% que compraram tênis, 74% recorrem à mesma marca.

Os entrevistados foram ainda divididos em seis grupos por similaridade comportamental e opinião em relação ao tema: Esportistas; Na moda; Moda na medida; Comedidos; Básicos; Preço não importa. O de maior representatividade foi o último, com 29%. Estes cujo preço não importa são pessoas com alto poder aquisitivo, que gostam de produtos de qualidade, representam alto índice de compra de roupas e perfumaria e não praticam esportes.


Fonte:: Redação