O evento será encerrado no dia 23/9, no Mirante Beagá, com shows de artistas que utilizam a música para escancarar realidades.

Vem aí o Breve Festival Música Pra Durar

15/09/2017

O Semibreve ocorre em setembro, abrindo o Breve Festival, levando a música para vários espaços de BH. O evento será encerrado no dia 23/9, no Mirante Beagá, com shows de artistas que utilizam a música para escancarar realidades, como Novos Baianos, Emicida, Banda Mais Bonita da Cidade, Tulipa Ruiz e Marcelo Jeneci, Iconili, Projota, Baiana System e outras seis atrações.

Um festival de música para falar sobre a música. Essa é a ideia do Breve Festival Música Pra Durar, que acontecerá em setembro, ocupando espaços da cidade e o Mirante Beagá. A programação terá início na próxima semana com oSemibreve, iniciativa que propõe ações diversas pela cidade, todas girando ao redor da música.

“A ideia de pensar a música por meio de várias nuances, desde a qualidade, produção e distribuição, é uma forma de discutir o tema e abrir a mente para novas possibilidades. Temos na programação mesas de conversas com debatedores que são referências no assunto.

Para isso, o público, sem restrições, é muito bem vindo. Com o Semibreve queremos ouvir e dar vozes para transformar ideias em ações”, explica Guilherme Rabelo, um dos idealizadores do Breve Festival. Nomes como Kiko Klaus, Kristoff Silva, Thiago Delegado, Luiz Valente, Eugenio de Castro e La Baq irão compartilhar suas experiências com o público durante o evento.

O Semibreve propõe, ainda, que a música ocupe a cidade promovendo encontros entre artistas e bandas independentes com o público. “Temos em Belo Horizonte uma cena alternativa em efervescência. E também um público que já curte a música autoral e outro que está aberto a conhecê-la. Por isso, pensamos em um roteiro musical que possa unir essas duas nuances.

As bandas Pequeno Céu, Hot Apocalypse, Sopra Que Sara, o DJ Guidub, o músico Warley Henrique e vários outros irão se apresentar gratuitamente durante o Semibreve”, conta Eduardo Brandão.

O Semibreve abre o Breve Festival, Música Pra Durar que terá no lineup bandas e artistas que utilizam a música para escancarar realidades, seja com letras que descortinam um contexto político, social e cultural, ou que trazem uma nova cara para o mercado musical. No dia 23, sábado, no Mirante Beagá, 13 atrações vão se reversar em dois palcos, simultaneamente.

A contra-cultura tropicalista da década de 1970 com os Novos Baianos; a política e o ativismo social nas letras do Baiana System e Graveola; a nova MPB e a colaboração com Jeneci, Tulipa e a Banda + Bonita da Cidade; e a força do rap e ocupação urbanas com o Projota e Emicida estão entre as manifestações do Festival, que se juntarão a Karol Conka, Miami Horror, Iconili, Alta Fidelidade, MOONS e Young Lights.


Fonte:: Redação