Aproveitando o espírito de solidariedade que toma conta das pessoas no Natal, a Drogaria Santa Marta promove a campanha Garrafinhas do Amor, que está vendendo garrafas coloridas com frases exclusivas criadas pelo poeta goiano Lucão.

Santa Marta ajuda Instituição com Venda de Garrafas Assinadas pelo Poeta Lucão

16/12/2017

Aproveitando o espírito de solidariedade que toma conta das pessoas no Natal, a Drogaria Santa Marta promove a campanha Garrafinhas do Amor, que está vendendo garrafas coloridas com frases exclusivas criadas pelo poeta goiano Lucão.

Os produtos são de acrílico, de 500ml, com tampa e alça, confeccionados em cinco cores diferentes - azul, rosa, vermelha, roxa e amarela - e vendidas por R$ 20.

Toda a renda arrecadada será revertida para a Associação Espaço Vida, instituição sem fins lucrativos que tem como missão a inclusão social de crianças, jovens e adultos com atraso e ou Transtorno Global do Desenvolvimento.

No ano passado foi realizada uma campanha semelhante, a Copo do Amor, que vendeu 10.335 unidades e arrecadou R$ 60 mil para a instituição. Desta vez, para atender uma demanda percebida no ano passado, as garrafas serão vendidas não somente nas mais de 60 unidades da drogaria em Goiás e Distrito Federal, mas também na lojinha do site da Associação Espaço Vida - www.espacovidagyn.com.br -, explica o gerente de marketing da Drogaria Santa Marta, Ulisses Pereira. “Como o Lucão é um grande influenciador social, com mais de 445 mil seguidores no Instagram, decidimos abrir vendas online para atender o público dele, que é do Brasil inteiro”, afirma.

As garrafinhas poderão ser adquiridas até o dia 30 de janeiro de 2017. No total, foram confeccionadas 30 mil unidades, que podem ser compradas tanto para uso pessoal como para presentear de amigo secreto, lembra a presidente da Associação Espaço Vida, Karina Civile Pereira. “É com a Garrafinha do Amor que pretendemos brindar um novo começo para a instituição, com o início da construção da nossa nova sede e ampliando o atendimento para ainda mais pessoas”, comenta.


Fonte:: Redação