Goiás já conta com ações desenvolvidas pelo Instituto MRV, braço social da MRV Engenharia, considerada a maior construtora da América Latina. O primeiro trabalho foi desenvolvido junto ao Centro de Educação Infantil Efrata, no Setor Pedro Ludovico em Goiânia.

Instituto MRV inicia suas ações em Goiás

01/12/2017

Goiás já conta com ações desenvolvidas pelo Instituto MRV, braço social da MRV Engenharia, considerada a maior construtora da América Latina. O primeiro trabalho foi desenvolvido junto ao Centro de Educação Infantil Efrata, no Setor Pedro Ludovico em Goiânia.

A entidade filantrópica é ligada a ONG Terra Fértil e atende, atualmente, cerca de 190 crianças entre 2 e 6 anos, oferecendo alimentação e assistência escolar.

Ao todo foram 27 colaboradores da MRV Engenharia, participantes do programa MRV Voluntários, doaram parte do seu dia para estar junto com essas crianças realizando várias brincadeiras e atividades lúdicas. O grupo também levou brinquedos e organizou um lanche especial para a criançada.

“Foi um momento inesquecível para as nossas crianças. Somos uma instituição muito carente, sobrevivemos com as doações da comunidade e ver a felicidade no rosto de cada um dos nossos meninos e meninas é muito bom. Era nítido que todos os voluntários presentes estavam realmente dando o melhor de si e arrecadaram o melhor que podiam oferecer, ainda mais em uma época que é cada vez mais difícil as pessoas realmente se interessarem pelo social e mobilizar-se para ações assim. Goiânia precisa de mais dias e mais corações bondosos como este”, revela a diretora-técnica do ministério filantrópico Terra Fértil, Rúbia Carla Souza.

Ana Paula Cavalcanti, analista de recursos humanos da construtora, participou da ação voluntária junto com outros 26 colaboradores da empresa. “Ficou difícil de entender quem saiu mais feliz desse dia, se as crianças ou a gente. Com certeza levo comigo muita gratidão pela oportunidade que nos foi dada de fazer parte de uma corrente do bem como essa”, afirma a colaboradora da MRV Engenharia.


Fonte:: Redação