Agência 302 e o mercado de eventos em Curitiba

15/11/2018


Diretores da agência de Curitiba, destacam a ampla possibilidade de atuação no segmento e falam do cenário na Capital paranaense.

O mercado de eventos, sejam corporativos ou sociais, é um dos que mais crescem no Brasil. Mesmo com a crise no cenário econômico e político, o segmento movimentou R$ 209,2 bilhões no último levantamento, cerca de 4,32% do PIB brasileiro no período de 2013, em uma pesquisa realizada pelo Sebrae Nacional e Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc).

Curitiba é uma das cidades de maior destaque no País na produção e de visitas de turistas para os eventos de lazer e negócios. Segundo balanço realizado pelo Curitiba – Região e Litoral Convention & Visitors Bureau (CCVB), a Capital paranaense atingiu números altos em áreas de turismo de eventos.

Mesmo em meio à crise, ela alcançou no último ano mais de 157 eventos que injetaram R$ 193 milhões de reais na economia local. A cidade também é a terceira mais procurada por estrangeiros para negócios ou eventos, de acordo com pesquisa do Ministério do Turismo, perdendo apenas para São Paulo e Rio de Janeiro.

De olho nesse crescente mercado, a Agência 302, produtora curitibana responsável por promover ações multiculturais na Capital paranaense, tem apostado nos eventos que são as principais tendências de mercado e de negócios, como as áreas do motociclismo e pet.

“Atuamos com eventos multiculturais, o que nos oferece inúmeras possibilidades de perfis de público e abordagens. Apostamos no segmento do motociclismo, com projetos especiais que resgataram a história da cultura duas rodas, que além de ser uma paixão pessoal, possui um forte potencial de consumo, além de mercados de grande expansão, como o pet e o de gastronomia.”, explica Cezinha Mocelin, diretor da Agência 302.

Só em 2018, a agência realizou o maior evento de motociclismo do Sul do Brasil, o BMS Motorcycle; o maior evento de cavalos crioulos da América Latina, o Cabanha São Rafael; encontros de diretores e gerentes de empresas do setor automotivo; o Curitiba Blues Festival, em parceria com a produtora Planeta Brasil e o Quermesse; o Dia Mundial do Rock – Festival Crossroads,  em parceria com a Planeta Brasil e o Bar Crossroads, referência na cena rock n’ roll de Curitiba.

A produtora também foi a responsável pela produção local do Jack Daniel’s BBQ, um evento gastronômico exclusivo que passou apenas por três cidades do Brasil, sendo uma delas Curitiba. É também a responsável, junto de outra empresa parceira, pelo Parada Pet, evento que apresenta produtos, novidades, tratamentos e serviços para o mundo pet, em parceria com a Planeta Brasil, T2 e apoio da Casa do Produtor. “Só no BMS Motorcycle tivemos pessoas que vieram do Paraguai, da Argentina, do Uruguai e de outros países próximos, além, é claro, de outras cidades do Brasil. Fomentamos não só a área hoteleira da cidade, mas a do entretenimento, de compras entre outras”, completa Bruna Wladyka, diretora da Agência 302.

Luiza Mel na segunda edição da Parada Pet (Foto: Divulgação).

O segmento motivou 32,5% dos visitantes internacionais que visitaram Curitiba no último ano, ainda de acordo com o levantamento do Ministério do Turismo. Argentina (12,2%), Estados Unidos (11,6%), Paraguai (10,9%) e Alemanha (7,2%) foram os principais países emissores.

BMS Motorcycle 2018 (Foto: Divulgação).

“O mercado de eventos está sempre se atualizando. Por isso, os profissionais da área precisam estar sempre de olho nas tendências e no potencial de consumo de cada segmento. O importante é se renovar e apresentar algo inédito para o público, independente da área de atuação. Se tratando de Curitiba, o público é bastante exigente, por isso trazer novidades, observar o comportamento do público para definir atrações, serviços e proposta é importante.”, finaliza Cezinha Mocelin, que conta com grandes eventos dos mais diferentes segmentos, como também a administração de famosos clubs e casas noturnas no Paraná, em seu portfólio.

Bruna Wladyka e Cezinha Mocelim (Foto: Carlos Anselmo).

 

Fonte: Redação.