Como pessoas comuns conseguem transformar vidas no final de ano. Essa é a mensagem que o filme de Natal da Canon quer deixar. A campanha de Natal, que começa a ser veiculada no próximo final de semana.

Papai Noel fica careca nesse Natal

05/12/2017

Como pessoas comuns conseguem transformar vidas no final de ano. Essa é a mensagem que o filme de Natal da Canon quer deixar. A campanha de Natal, que começa a ser veiculada no próximo final de semana.

Com o conceito “Tem momentos que a gente guarda para sempre”, a ação segue a mesma linha criativa e emocionante de suas campanhas anteriores.

Para a supervisora de marketing da Canon no Brasil, Tânia Abe, o Natal é um momento importante para se fazer o bem e inspirar pessoas a isso. “É como trabalhamos no dia a dia na Canon e faz parte da nossa filosofia corporativa, Kyosei, viver e trabalhar em conjunto para o bem comum”, afirma Abe.

O filme criado pela Dentsu, o qual integra a campanha que será veiculada no Brasil e em vários países da América Latina, retrata a visita do Papai Noel ao Hospital ITACI, Instituto de Tratamento do Câncer Infantil, ligado ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Entre vários “Bons Velhinhos" que foram selecionados, José Salomão Papai Noel há 11 anos, aceitou participar da surpresa. No meio da visita, quando as crianças já estavam felizes com sua presença, ele faz algo comovente. Começa a cortar o próprio cabelo. Na sequência, as crianças são convidadas a ajudá-lo e aceitam na hora. Ficam encantadas com a atitude daquele ser poderoso e adorado. Ao final, eles estavam iguais: todos carecas. Foi um presente inesperado e inédito.

Nada passou em branco, todos os instantes foram registrados e eternizados com várias fotos feitas com o Papai Noel careca e as crianças. As imagens foram impressas e colocadas na árvore de Natal. Para Filipe Cuvero, VP de criação Dentsu Creative Group, “quando trabalhamos com pessoas e emoções genuínas, nunca temos certeza de como será o resultado final. Somos sempre surpreendidos com as histórias e as reações. Ver o rosto das crianças e a reação verdadeira do Papai Noel foram situações emocionantes e indescritíveis”.

Ao final, funcionários, pais e médicos deram seus depoimentos sobre a emoção que a visita do Papai Noel causou em todos, principalmente nas crianças. Uma das mães, inclusive, fez um pedido: que o Papai Noel voltasse no dia seguinte.  “O dia foi tão especial que merecia ser repetido. Se você voltar amanhã, tenho certeza que vai ser ainda mais especial do que hoje. Então volte amanhã”. Segundo Georgia Guerra-Peixe, a Joca, diretora do filme, “Dirigir esse filme foi um exercício de amor. Agradeço à toda a equipe pelo trabalho dedicado. “Não foi nada fácil encontrar o hospital e convidar as crianças, mas conseguimos. Na filmagem, nem todos sabiam de tudo. O hospital sabia da visita do Papai Noel e as crianças achavam que iríamos filmar uma festa de final de ano em que a visita era a equipe de filmagem. Apenas o Papai Noel sabia que rasparia o cabelo e isso foi uma surpresa para todos”.


Fonte:: Redação