É positivo o resultado do Compromisso pela Publicidade Responsável

28/12/2018


Segundo a KPMG, responsável pelo monitoramento, 99,1% dos sites e perfis analisados na internet apresentam aderência ao compromisso de não comunicar os produtos ao público menor de 12 anos de idade.

O período conhecido como o “Mês das Crianças” é um dos mais movimentados para o comércio e o mercado publicitário no país. 

As principais novidades do universo da propaganda estão aqui.

Entendendo a importância do marketing responsável e reafirmando o compromisso assinado em 2016, empresas globais do setor de alimentos e bebidas não alcoólicas continuam ampliando os seus esforços para a adoção de práticas responsáveis de publicidade para crianças.

A alta porcentagem de aderência no período monitorado (Mês das Crianças) reforça a iniciativa de autorregulação das indústrias e surpreende: das 439 páginas on-line com potencial para anúncios voltados para o público infantil, 99,1% apresentaram conformidade com o Compromisso pela Publicidade Responsável para Crianças.

A iniciativa, pioneira na América Latina, determina que as marcas AmBev, Coca-Cola Brasil, Ferrero, General Mills, Grupo Bimbo, Kellogg, Mars, McDonald’s, Mondelez, Nestlé, PepsiCo e Unilever não poderão fazer publicidade de seus produtos para crianças menores de 12 anos de idade, a não ser que atendam aos critérios nutricionais unificados para todo o grupo e definidos de acordo com orientações internacionais.

Para garantir a transparência do Compromisso e um processo independente, a KPMG é a responsável pela avaliação contínua das peças de comunicação, e, no período considerado como o “Mês das Crianças”, de 1º de setembro a 12 de outubro de 2018, fez o monitoramento de sites e mídias sociais, incluindo os das empresas signatárias.

“A KPMG utiliza uma ferramenta especial e customizada para atender esta demanda, conhecida como Kptura, que permite a identificação de anúncios direcionados ao público infantil, tanto em websites como em redes sociais.”, explica Ricardo Zibas, sócio-diretor da KPMG.

O monitoramento de 2018 contempla o período de férias escolares (janeiro), Páscoa, Dia das Crianças e o Natal. Mídias como televisão aberta e fechada, rádio, jornais, cinema, DVDs, marketing direto, inserção de produtos em programas e conteúdo de TV e cinema (merchandising), jogos interativos, outdoor marketing, marketing móvel e SMS também são consideradas pelo monitoramento da KPMG.

O relatório completo do ano, que incluirá todas as mídias e os períodos acima citados, será divulgado em 2019.

A KPMG continuará o monitoramento no próximo ano e o Compromisso pela Publicidade Responsável para Crianças seguirá como principal pilar de atuação do Movimento Nacional pela Saúde e Bem-estar.

O grupo também terá como foco engajar cada vez mais empresas para a construção conjunta do marketing responsável, com o apoio das principais associações ligadas ao tema no Brasil.

Movimento Nacional pela Saúde e Bem-estar

O compromisso pela publicidade infantil, assumido no fim do ano passado, foi apenas o primeiro passo do “Movimento Nacional pela Saúde e Bem-estar”. Ele tem como finalidade unir empresas do setor de alimentos e bebidas para um objetivo comum: construir conjuntamente ações que contribuam para a saúde e bem-estar da população.

Um dos exemplos de iniciativas adotadas pela indústria é a mobilização para diversificar seus portfólios e desenvolver porções menores e com menos calorias, dentro dos parâmetros nutricionais adequados para uma alimentação balanceada.

Acordos técnicos para a redução voluntária de açúcar, sódio e gorduras trans em parcerias com outras entidades são algumas amostras do que já está sendo feito pelo grupo. 

Além disto, investimentos massivos em pesquisa e inovação estão sendo empregados para melhorar o perfil dos alimentos e gerar o impacto coletivo necessário na promoção de hábitos e estilo de vida mais equilibrados.

 

Fonte: Redação.

TAGs: