Cem maiores anunciantes do mundo investiram US$ 267 bilhões em 2016

08/12/2017


O grupo de cem maiores anunciantes do mundo ampliou em 3,4% os investimentos em publicidade no ano de 2016, segundo dados divulgados nesta semana pelo Advertising Age, que publica, anualmente, o ranking “World´s 100 Largest Advertisers”. Juntos, investiram US$ 267 bilhões no ano passado.

A liderança do ranking coube à P&G, com US$ 10,5 bilhões, seguida de perto pela Samsung (US$ 9,9 bilhões), Nestlé (US$ 9,2 bi), Unilever (US$ 8,6 bi) e L´Oreal (US$ 8,3 bi).

As empresas norte-americanas dominam o ranking, com 45 anunciantes entre os 10 maiores. O Japão emplacou 14 empresas, seguido por Alemanha (10), França (9), Reino Unido (6), Coreia do Sul (4), China (4), Suiça (3), Holanda (2), Canadá, Índia, Espanha, México e Bélgica (todos com 1). A soma dá 102 porque duas empresas têm sede em dois países: Unilever (Inglaterra e Holanda) e a cervejaria Molson (Canadá e Estados Unidos).

Um dos destaques do ranking é o crescimento de marcas da chamada nova economia de serviços. A Amazon já é o 11º maior anunciante do mundo, com crescimento de sua verba publicitária de 31,6% em 2016. O Google teve alta de 21,4% nos investimentos, chegando à 17ª posição e a Expedia é a 35ª empresa do ranking, com crescimento de 28,6%. A japonesa Rakuten cresceu 34,5% e fechou na 92ª e a Netflix estreia no ranking, exatamente na 100ª colocação – e investimento de US$ 991 milhões em publicidade no ano passado.

Entretanto, os maiores crescimentos foram das marcas chinesas. O país já colocou quatro empresas entre as maiores, incluindo Tencent Holdings (alta de 48,4% nos investimentos e 79ª colocação) e Alibaba (cresceu 49,5% e está na 86ª posição. Outros anunciantes do país no ranking foram SAIC Motor e Inner Mongolia Yili Industrial Group. O único outro país do BRIC na lista é a Índia, que colocou a Tata Motors entre os maiores anunciantes do mundo (87º lugar). 

Fonte: Redação