Prêmio Caboré é para 'makers', não para 'fakers'

25/10/2018


Na Era do fake, não dá para acreditar em tudo. Por outro lado, existem coisas que são bem mais difíceis de serem inventadas.

Esse é o tom usado na campanha de divulgação do Prêmio Caboré 218, realizado pelo Meio & Mensagem e considerado o red carpet da comunicação brasileira. A agência por trás da ação, pelo segundo ano consecutivo, é a F.biz.

"Caboré 2018. Não é Para Fakers" e "O maior prêmio da publicidade brasileira não é para Fakers" foram os conceitos criados pela agência. A campanha transmite a mensagem de que para ter uma coruja na estante é preciso fazer por merecer.

"Reconhecemos quem fez e faz um primoroso trabalho na indústria da comunicação, e, por meio do prêmio, sinalizamos para todo mercado quais caminhos seguir. O Caboré é único, por isso é tão desejado.", explica Marcelo de Salles Gomes, VP Executivo do Meio & Mensagem.

A comunicação é composta por peças que utilizam ícones do prêmio, como a famosa coruja, a gaiola e o próprio jornal com ilustração no formato estêncil. A veiculação está acontecendo nos canais próprios do Meio & Mensagem e contará com um anúncio diferente por semana, até a entrega do prêmio no dia 4 de dezembro, em São Paulo.

Para Alessandro Bernardo, diretor-executivo de criação da F.biz, a ideia foi criar uma campanha para relacionar e destacar a seriedade, o prestígio e a credibilidade do Prêmio Caboré e do Meio & Mensagem, mostrando que ambos não têm nada de falso. "Fake news é um assunto atual e que ganhou popularidade nas redes sociais. Já o Caboré é um prêmio criado por um veículo de comunicação sério e muito respeitado no mercado", explica.

A 39ª edição do Prêmio Caboré acontece no dia 4 de dezembro, no Credicard Hall, em São Paulo, e conta com patrocínio de Eletromídia, Globosat e Grupo RBS. 

Fonte: Redação Promoview.

TAGs: Evento Proprietário Premiação - Profissionais Premiação Interna Empresas São Paulo Sudeste (Brasil)