As pessoas têm opiniões diferentes sobre diversos temas. Já pensou se uma máquina pudesse mostrar de forma interativa e leve que pode ser enriquecedor se abrir para quem não pensa igual a você? Esse é o novo experimento de SKOL!

SKOL leva o debate para a rua com "Skol incentiva"

23/08/2017

Duas perguntas simples – mas que ainda são tabus na sociedade – dão o tom do novo vídeo da cerveja SKOL que está nas redes sociais a partir desta segunda-feira (21). Existe amizade entre homem e mulher? E sexo no primeiro encontro? Curte ou não curte?

O desafio foi apresentado em uma máquina interativa colocada numa praça no centro do Rio e contou com a participação de pessoas que passaram por ali no início de agosto. A ação da F/Nazca Saatchi & Saatchi pretende mostrar que opiniões diferentes podem trazer novas perspectivas às pessoas, e é isso que SKOL incentiva.

Depois de responder a uma das perguntas, a pessoa deveria convidar alguém que também estivesse passando por ali para uma conversa. Depois de cada participante apresentar seus pontos de vistas, a máquina ofereceu uma SKOL gelada para um brinde que celebra o debate de ideias com respeito.

Em uma das conversas, uma moça e um rapaz discutem a amizade entre homens e mulheres. Ele não acredita muito nessa possibilidade. Já ela diz que pode “dormir de calcinha e sutiã” ao lado de amigos que nada vai acontecer. Em outro papo, uma mulher mais jovem e outra com mais idade falam sobre sexo no primeiro encontro. A mais velha não gosta muito da ideia, mas a mais jovem apresenta um ponto de vista diferente. No final, entendem que cada pessoa faz suas escolhas e ela não deve ser julgada por isso.

A ação dá continuidade à conversa iniciada na mais recente campanha de SKOL,  lançada em julho na TV aberta, que faz um convite às pessoas tomarem uma Skol com pessoas diferentes. A marca valoriza o encontro e debate  entre pessoas com opiniões diferentes, mas sempre ressalta a importância do respeito pelo gênero, idade, credo, raça ou orientação sexual de todas as pessoas. 

“Acreditamos que abrir cada vez mais frentes de diálogo é a melhor forma de as pessoas evoluírem  e viverem uma vida mais rica. Queremos convidar as  pessoas, de diferentes formas, a quebrarem padrões e viverem  uma vida com mais respeito à diversidade do mundo atual”, comenta Daniel Feitoza, gerente de marketing de SKOL.


Fonte:: Redação