Cada vez mais as pessoas estão conectadas em seus celulares e desligadas da vida real. Inclusive, a Neurociência explica que os estímulos proporcionados pelos aparelhos são responsáveis pelo mecanismo de recompensa do sistema nervoso central.

No dia do sexo Skyn lembra que é preciso se desconectar

07/09/2017

Cada vez mais as pessoas estão conectadas em seus celulares e desligadas da vida real. Inclusive, a Neurociência explica que os estímulos proporcionados pelos aparelhos são responsáveis pelo mecanismo de recompensa do sistema nervoso central.

No entanto, o hábito de ficar conectado full time tem seu preço. E uma pesquisa realizada recentemente aponta que 1 em cada 10 jovens afirmaram ter checado o celular durante o sexo. Mais que isso, 46% das pessoas entrevistas já disseram ter sido ignoradas por seus parceiros ao menos uma vez por causa do celular.

Com base nesse levantamento a marca de preservativos SKYN resolveu celebrar o dia do sexo (06 de setembro) de um jeito inusitado. Para tanto foi concebida uma ação pela agência OMZ, em parceria com a Produtora Radioativa composta por duas etapas.

Na primeira fase uma equipe da Blowtex fez uma intervenção em um restaurante na cidade de São Paulo. Nele os promotores recepcionaram casais e os convidaram a guardar os celulares em uma caixa e retirá-los apenas na saída.

A ideia com a ação foi proporcionar a experiência de estar com a pessoa amada sem checar mensagens e informações em um lugar de intimidade. Apenas jantar e aproveitar o momento com 100% de intensidade em tempo real.

O resultado da abordagem foi transformado no vídeo https://vimeo.com/232509520, segunda etapa da campanha, divulgado nas redes sociais no Dia do Sexo para lembrar que a verdadeira conexão entre pessoas não precisa de Wi Fi...

Mais informações em: http://www.skyn.com/pt-BR


Fonte:: Redação