Numa iniciativa da Plastivida, Instituto Brasileiro do PVC, ABIMAQ, ABIQUIM e Informa Exhibitions, e com apoio da Pavan Zanetti, Piovan, Romi e Wortex Máquinas, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, vai realizar o Recicla Plástico Brasil, uma ação com objetivo de disseminar a educação ambiental em torno da reciclagem do plástico e sua reutilização, bem como promover a sua imagem.

Plástico Brasil vai realizar ação para promover educação ambiental relacionada à reciclagem do plástico

06/03/2017

 Numa iniciativa da Plastivida, Instituto Brasileiro do PVC, ABIMAQ, ABIQUIM e Informa Exhibitions, e com apoio da Pavan Zanetti, Piovan, Romi e Wortex Máquinas, a Plástico Brasil – Feira Internacional do Plástico e da Borracha, de 20 a 24 de março, vai realizar o Recicla Plástico Brasil, uma ação com objetivo de disseminar a educação ambiental em torno da reciclagem do plástico e sua reutilização, bem como promover a sua imagem.

O projeto, que conta com o apoio institucional da Secretaria do Verde e Meio Ambiente da cidade de São Paulo, vai mostrar o ciclo de vida dos plásticos e como ele participa do dia a dia das pessoas. O Recicla Plástico Brasil também vai destacar a coleta seletiva dos plásticos, usando o estande como modelo para simular a coleta seletiva de uma cidade, formatada com a responsabilidade compartilhada entre prefeitura, sociedade civil, indústria e varejo, nos moldes da PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Segundo Miguel Bahiense, presidente da Plastivida e do Instituto Brasileiro do PVC, a relação dos plásticos com a sociedade vem se tornando mais harmônica a partir do ponto em que a informação correta e científica sobre as características, vantagens e aplicações dos plásticos são disseminadas. “Educação ambiental é a chave para que a sociedade moderna possa usufruir dos benefícios que os plásticos oferecem ao desenvolvimento, de forma responsável, buscando na reutilização e na reciclagem não apenas uma fonte de emprego e de renda, mas também uma forma de preservar o planeta”, afirma o executivo.


Fonte:: Redação