A DTK do Brail faz o Marketing Social em suas ações constantes realizadas por todo Brasil, anuncia a recente doação extra de 150 mil preservativos para as ONGs Gestos, Equipe Voluntária Brasil e Barong.

DKT do Brasil promove a doação de 150 mil preservativos

27/10/2017

A DKT do Brasil, detentora das marcas Prudence, de preservativos, e Andalan, de anticonceptivos intrauterinos (AIUs), acredita que muitos dos problemas mundiais de saúde podem ser drasticamente reduzidos por meio  de mudanças de comportamento, como com o uso de preservativos e de dispositivos de controle de natalidade e de prevenção de ISTs e Aids.

Com esta missão, a empresa, que aplica o conceito de Marketing Social em suas ações constantes realizadas por todo Brasil, anuncia a recente doação extra de 150 mil preservativos para as ONGs Gestos, Equipe Voluntária Brasil e Barong.

A Gestos, que atua no Recife (PE), opera em diversas frentes, principalmente no acompanhamento de questões sociais e jurídicas com pessoas que vivem com HIV e em ações específicas em prol da prevenção de doenças sexualmente transmissíveis.

Enquanto isso, a Barong, atuante no Sudeste do Brasil, especialmente em São Paulo, conta com uma equipe formada por agentes de saúde, psicólogas, sexólogas e enfermeiras a fim de promover a educação e a saúde sexual e reprodutiva entre a população em geral. Por fim, está a Equipe Voluntária Brasil (EVB), que realiza, entre outras ações, atividades em prol da conscientização de jovens e adolescentes sobre a importância da prática de relações sexuais mais seguras, no Sul do País.

As ONGs contempladas com a doação dos preservativos Prudence estão autorizadas a comercializar os itens em pontos de vendas não convencionais, como pequenos comércios, bares e estabelecimentos de bairro, em sua maioria localizados em regiões periféricas. Dessa forma, as ONGs vendem os produtos em locais que muitas vezes não conseguem efetuar compras de grandes atacadistas e ainda revertem a renda obtida em ações voltadas ao planejamento familiar e à prevenção de ISTs e Aids.

Além da venda, as ONGs trabalham nessas comunidades com a parte educacional. Haverá ainda a distribuição de camisinhas em outros eventos realizados pelas parceiras até o final deste ano. 


Fonte::