Consumoteca traça perfil da geração Ctrl Z

27/01/2018


Em ano de eleição uma pesquisa da Consumoteca com 3.000 jovens de 17 a 21 anos, de todas as regiões do país, mostra que três quartos deles não têm posição definida nem opinião formada sobre a orientação política. Entre os demais, o conjunto de entrevistados alinhados às ideias de direita (12% do total) é maior do que os de esquerda (8%) e os de centro (5%).

Apesar de alheios aos polos ideológicos, a pesquisa revela uma juventude interessada nos rumos do país: 61% dizem seguir políticos em redes sociais e 58% afirmam defender alguma causa social publicamente. No topo dos temas preferidos para a militância está a igualdade racial: um terço dos entrevistados levanta a bandeira.

A maneira de expressar uma posição política é essencialmente virtual: seis entre dez jovens militantes debatem o assunto em redes sociais e quase metade deles compartilha ali as ideias que defende.

Além da ligação com o universo político a pesquisa mostra também dados robustos sobre hábitos de consumo e comportamento desta parcela da população denominada Geração Control Z.

Para ver os principais pontos desta pesquisa, clique aqui