Desafio #trashtag coleta 130 toneladas de lixo em 35 países

24/06/2019


Praias, parques, jardins, estradas, canais e rios foram limpos como parte do desafio global.

Um prêmio de US$ 12.500 foi concedido à melhor equipe do mundo, que é da Venezuela, liderada por Andrés Mogollon, 24 anos, cofundador do Sublime Studio.

O melhor do marketing social está aqui.

Leia também: Freelancer.com realiza desafio para a limpeza do planeta.

Andrés e seu time receberam o apoio de vizinhos, que ajudaram a limpar uma área local e remover mais de cinco toneladas de lixo em três dias.

O reconhecimento é dado pela Freelancer.com, maior mercado on-line para freelancers e crowdsourcing do mundo, que lançou um desafio pela internet em benefício de um mundo melhor.

clean up

Para participar era preciso colocar a mão na massa, transformando uma área suja e degradada em um local limpo.

Andrés explica a motivação de sua participação na iniciativa e quais são seus planos para o futuro. “Nós reunimos uma comunidade que não se importava com o lugar que eles veem diariamente. Nossos vizinhos estão planejando fazer um parque em um local onde não havia nada além de lixo e desperdício. Usaremos este prêmio para realocar nosso escritório em outro país, evitando interrupções contínuas de energia, ou até que a situação da Venezuela se normalize ou, pelo menos, que nos permita trabalhar em condições normais. Sabemos que pode não ser a opção mais altruísta, mas cada um de nós tem uma família para cuidar, e ganhar o concurso é uma grande ajuda para realizar esse objetivo.”.

Mais informações sobre o vencedor do #freelancercleanup #trashtag estão aqui.

Conheça os demais finalistas:

Da Gambia, o time Wonder Clean transformou um aterro em um campo de futebol onde mais de duas toneladas de lixo foram coletadas e colocadas em 114 sacolas de lixo. O resultado? “Mais de 100 crianças que jogam a cada semana, estão mais seguras agora. Elas têm muito potencial para serem jogadores de sucesso e atletas no futuro.”, disse o líder da equipe, Sulayman Musawir.

Do Paquistão, Adnan Khan juntou-se ao desafio de desempenhar um papel ativo no encorajamento de sua comunidade para que ela se tornasse responsável por seu entorno. Ele e sua equipe coletaram três toneladas de plásticos que foram, então, removidos por um manipulador de resíduos.

Dos Estados Unidos, Angela Bennett, que é uma ambientalista de coração, reuniu uma equipe formada por adultos e crianças para inspirá-los a fazer limpezas semelhantes no futuro. Eles transportaram 45 sacos de lixo e dois pneus velhos de uma lagoa e um lago das proximidades, a bordo de uma canoa que foi levada a um ancoradouro para que fosse feito o descarte.

clean up

De Bangladesh, SM Anamul Hossein e sua equipe, que conta com 17 voluntários, conseguiram coletar mais de 150 sacos de lixo para proteger milhares de trabalhadores, residentes e donos de lojas do deslizamento de terras do cemitério de pessoas que morreram durante a Guerra da Libertação de Bangladesh, em 1971.

Das Filipinas, o Clockwork Dream Studio não vê o desafio Clean up the World #trashtag como um concurso, mas como "uma contribuição para uma terra mais verde". Quatro  toneladas de resíduos de canais foram removidos para irrigar água para os campos de arroz, beneficiando centenas de fazendeiros de sua comunidade.

Da Romênia, Bálint Gellért-Attila encheu 72 sacos de plásticos com latas, roupas velhas, sapatos, ferro enferrujado e outros metais. Quando ele postou sua limpeza nas mídias sociais, um membro do conselho da cidade viu o post e organizou uma enorme coleta de lixo com voluntários em parques, escolas, cemitérios e em outras partes da cidade.

De Bangladesh, o time Superheroes tem se envolvido em qualquer tipo de trabalho social, pois enxerga isso como uma responsabilidade pessoal para com o meio ambiente e à sociedade. Eles têm como objetivo salvar a humanidade, “Criando responsabilidade social, reduzindo a poluição do ar e visando um mundo livre de doenças para a próxima geração."

Da Colômbia, a GreenCycle está fortemente preocupada com a rica biodiversidade em seu país e visa preservar os ecossistemas. Eles limparam o lixo de um córrego que é uma fonte de água direta da cidade. Depois disso, “A comunidade local nos agradeceu e reconheceu nossos esforços. Esperamos que a nossa limpeza tenha inspirado muitos, e que mesmo os menores esforços possam fazer grande impacto."

clean up

Do Paquistão, Ahmad Ayaz Noor e seu time escolheram uma região de favelas onde mais de 200 famílias estão vivendo na pobreza. Eles transformaram uma área aberta usada como lixão em um ambiente higiênico e saudável, no qual as crianças podem brincar em segurança. Ele disse, Minha equipe eliminou e descartou dois caminhões de lixo, limpou e nivelou o solo, depois instalou um campo de futebol na região.”

Da Índia, os times Shirley e Darshan transformaram o pátio de uma escola, que era utilizado como esconderijo para jovens envolvidos em drogas, em um parque infantil para as crianças se divertirem. "Fomos elogiados pelo que fizemos e por nossa contribuição para a sociedade.”

De Bangladesh, Merajul Islam estava preocupado com a segurança dos animais em um hospital sem manutenção. Por isso, ele e seu irmão higienizaram o local e, por meio desta iniciativa, mudaram o sistema de limpeza do hospital, antes administrado pelo governo. Agora, assumiram essa responsabilidade para o futuro.

O CEO da Freelancer.com, Matt Barrie revela, “Quando vi pela, primeira vez, o crescimento do desafio #trashtag, pensei que nossos freelancers em todo o mundo gostariam de ajudar; e foi o que eles fizeram. Todos nós temos um papel a desempenhar que é tornar o mundo um lugar melhor. Eu parabenizo não apenas os vencedores, mas todos que aceitaram o desafio e ajudaram a limpar o mundo.”

clean up

O Desafio Clean up the World, da Freelancer.com, faz parte de uma série de desafios que a empresa promove com o objetivo de incentivar a sua comunidade a trabalhar para tornar o mundo um lugar melhor.

Após o desastre de Notre Dame, a Freelancer.com também promove outro concurso, desta vez, desafiando arquitetos e designers a apresentarem suas ideias de como a catedral deve ser reconstruída. Mais detalhes podem ser encontrados no link.

 

Fonte: Redação.

TAGs: desafio-clean-up-the-world meio-ambiente responsabilidade-social Sustentabilidade