Ambev já ajudou a preservar o equivalente a 50 Parques Ibirapuera

28/05/2019


Desde 2016, foram mais de 7,5 mil hectares de áreas ambientais conservadas graças ao Projeto Bacias, que tem como objetivo proteger importantes bacias hidrográficas do País.

ambev logoA Cervejaria Ambev ajudou a conservar mais de 7,5 mil hectares de vegetação desde 2016, uma área equivalente a 50 vezes o Parque Ibirapuera, em São Paulo.

O melhor do marketing social está aqui.

Leia também: Ambev reduz em 50% quantidade de água na produção de cervejas.

Isso foi possível graças ao Projeto Bacias, iniciativa da companhia em parceria com as ONGs The Nature Conservancy (TNC) e World Wide Fund for Nature (WWF-Brasil).

O projeto tem como principal objetivo a recuperação do solo e da mata ciliar no entorno de importantes bacias hidrográficas, firmando parcerias com agricultores e produtores rurais para conservar a qualidade da água nesses locais.

“Cuidar da água é prioridade na Cervejaria Ambev. Ela sempre foi um dos nossos principais pilares de sustentabilidade, até porque sem água, não tem cerveja.” conta Filipe Barolo, gerente de sustentabilidade da Cervejaria Ambev. “Por isso, iniciativas como o Projeto Bacias fazem todo o sentido. Começamos em 2010, em uma parceria com o WWF-Brasil para a cidade de Gama, no Distrito Federal. Desde então, o projeto só vem aumentando.”, explica o executivo.

ambev projeto bacias

Atualmente, o Projeto Bacias está em Sete Lagoas (MG), Jaguariúna (SP), Jundiaí (SP) e Guandu (RJ) - os três últimos são em parceria com a TNC.

Além de preservar o meio ambiente, conscientizar as pessoas também é um importante objetivo do Projeto Bacias. Por isso, a parceria da Cervejaria Ambev com o WWF-Brasil contempla iniciativas educacionais e programas de treinamento que tiveram mais de 2.000 participantes em 2018.

"O Brasil é um país com grande disponibilidade hídrica. Temos a maior reserva de água doce do mundo, a maior área úmida (Pantanal) e a maior bacia hidrográfica (a Amazônica) do mundo. Ainda assim, enfrentamos dificuldades para preservar esse patrimônio, por isso as ações de conscientização são tão relevantes.”, explica Júlio César Sampaio, gerente do WWF-Brasil para Cerrado Pantanal.

“É um projeto muito bacana e com muitos desdobramentos. Sabemos que, para ampliar o alcance de nossas ações, é importante atuar para fora dos muros das nossas cervejarias.”, continua Barolo.

“No Bacias, são muitas as pessoas envolvidas, tanto da Cervejaria Ambev, como das ONGs e dos próprios municípios. É importantíssimo ver todo mundo trabalhando em parceria para preservar o meio ambiente.”, conclui o executivo.

Desde janeiro de 2019, com a ajuda da TNC, o Projeto Bacias começou a ser implantado também em Jacareí (SP), onde estão sendo feitos estudos para avaliar as necessidades locais de conservação.

“O Projeto Bacias nos permite colocar em prática iniciativas de conservação em locais estratégicos, por meio de uma plataforma de ação coletiva que reúne poder público, sociedade civil e a iniciativa privada. Essa é uma parceria que fortalece os municípios, favorecendo um arranjo institucional e de governança que viabiliza a restauração ecológica, a conservação de florestas e a adoção de boas práticas agrícolas. Queremos, com isso, ampliar a segurança hídrica da região e dos seus usuários, utilizando soluções da própria natureza como um dos indutores de desenvolvimento regional.”, diz Samuel Barrêto, gerente nacional de Água da TNC Brasil.

 

Fonte: Redação.

TAGs: ambev meio-ambiente Sustentabilidade