Amarula apoia o resgate da elefanta Ramba

18/10/2019


Serão aproximadamente cinco horas de transporte aéreo e outras 30 horas pelas rodovias brasileiras.

Apoiado por Amarula, o comboio especial montado para trazer Ramba ao Brasil, a elefanta de 52 anos que vive atualmente no Chile, tem como destino final o Santuário de Elefantes Brasil (SEB).

O melhor do marketing social está aqui.

Leia também: Amarula cria ação em defesa dos elefantes.

Na área com tamanho equivalente a 1.500 campos de futebol, na Chapada dos Guimarães (MT), ela dividirá seu novo habitat com Maia e Rana. 

Amarula se uniu ao Santuário em 2016, como parte da iniciativa Coração de Elefante, e logo os esforços para resgatar a elefanta começaram.

Além de apoiar financeiramente a ONG, a marca já realizou diversas campanhas para dar visibilidade à causa dos elefantes e ao trabalho do Santuário no Brasil. Se associou à apresentadora Giovanna Ewbank, ativista das causas animais, que visitou o Ramba no Chile e também conheceu o Santuário.

Além disso, realizou promoções no PDV (a última aconteceu no mês de agosto), revertendo parte das vendas à preservação, participou da Elephant Parade em três edições, engajando o público em ativação para doação e instalou um elefante de gelo em tamanho real na Avenida Paulista, chamando a atenção para o risco de extinção.

“A forte relação com os elefantes está em nosso DNA, por isso, o compromisso e engajamento da marca com a causa é solido e constante. Acreditamos na seriedade do trabalho do SEB e acompanhamos de perto os regates e evolução desses gigantes dentro do Santuário.” afirma Danilo Moreira, gerente de marca de Amarula no Brasil.

O trabalho de Amarula pela preservação dos elefantes é global. Desde 2002, a marca colabora, por meio da plataforma Amarula Trust, com entidades e iniciativas de preservação dos elefantes pelo mundo.

O Programa Amarula de Pesquisa do Elefante (Aerp) já investiu R$ 6 milhões na investigação sobre o comportamento do mamífero como base para o desenvolvimento de programas de conservação da espécie.

Fonte: Redação.

TAGs: amarula insta responsabilidade-social santuário-de-elefantes-brasil