Tem novidade no mercado. A agência Babel, de Julio Anguita e a agência Azza, dos sócios Mónica Blatyta, Danilo Moraes e a empresa europeia de soluções em tecnologia PDM, acabam de se associar e anunciar a fusão e o lançamento da nova marca: a Babel Azza.

Babel e Azza: fusão no mercado publicitário

23/02/2017

Tem novidade no mercado. A agência Babel, de Julio Anguita e a agência Azza, dos sócios Mónica Blatyta, Danilo Moraes e a empresa europeia de soluções em tecnologia PDM, acabam de se associar e anunciar a fusão e o lançamento da nova marca: a Babel Azza. Sediada em um charmoso galpão de quase 1.000m² na Vila Olímpia, este é o início de um protejo arrojado e otimista das agências.

O namoro entre as duas começou com a percepção de que as agências tinham expertises complementares. Por um lado, a Azza, uma agência que já nasceu na era digital e possui muita força no online, e do outro a Babel, com um perfil de propaganda mais convencional, no offline, e que carrega em seu portfólio grandes cases em campanhas e ativações de vendas.

Segundo Julio Anguita, as duas agências, que agora somam 70 colaboradores, fizeram a lição de casa e se prepararam para esse novo voo, oferecendo ao mercado soluções criativas e inovadoras, com respostas rápidas e efetivas. Além disso, o publicitário destaca como diferencial a participação efetiva – hands on - dos sócios, o que traz uma proximidade com os clientes e senioridade na relação do dia a dia.

“Complementaridade é a palavra que melhor define essa fusão”, diz Danilo Moraes, que comandará a área criativa e estratégica da Babel Azza. Foram 6 meses de negociação e nenhum conflito de interesse. As duas agências unificarão seus portfólios, e agora passam a controlar em conjunto as contas da Jaguar, Land Rover, Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Aché, Kumon, Banco Safra, Serasa, Apple, entre outros.

Mónica Blatyta, que antes de fundar a Azza era executiva do mercado financeiro, está otimista. “2016 foi um ano ruim para a economia brasileira e, mesmo assim, a Azza teve um crescimento de 80%. Agora com a Babel, vamos unir forças para que tenhamos uma agência que entregue para o cliente ações fortes em on e off focadas em resultados”, ressaltou Mónica.

 


Fonte:: Redação