Pretahub leva Afrolab para Elas a oito Estados em 2019

16/04/2019


Projeto idealizado pela Feira Preta está com inscrições abertas até 26 de abril.

Apoiar, promover e impulsionar o afroempreendedorismo no Brasil, por meio da oferta de conhecimento e capacitação técnica, com foco em inovação e inventividade. Esse é o objetivo do Afrolab, que ganha uma edição exclusiva para mulheres negras: o Afrolab para Elas.

As últimas novidades do mercado de live marketing estão aqui.

O projeto selecionado em 2018, no edital Negras Potências, levará sua metodologia inédita e exclusiva para São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Recife (PE), Belém (PA) e Porto Alegre (RS), a partir de maio.

As primeiras turmas serão nas cidades de São Paulo e no Rio de Janeiro.

A iniciativa irá percorrer o país com a proposta de de fortalecer, econômica, política e socialmente, as mulheres negras, grupo que experimenta a desigualdade de maneira mais profunda no país.

Para viabilizar o projeto, a Feira Preta criou, em setembro de 2018, uma campanha de matchfunding na plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria, em parceria com o Movimento Coletivo, plataforma de investimento social da Coca-Cola, para arrecadar R$ 127 mil.

"Com o projeto, vamos impactar diretamente mais de 100 famílias, de diferentes lugares do país. Mesmo movimentando mais de R$ 200 bilhões por ano, o empreendedor negro no Brasil recebe 40% menos que o empreendedor branco pelo seu trabalho e estamos trabalhando para mudar essa realidade fomentando o afroempreendedorismo.", explica Adriana Barbosa, presidente da Feira Preta.

A metodologia do projeto contará com atividades de autoconhecimento, ciclos de imersão criativa, aprendizagem, cursos e workshops. Vale destacar que, ao longo de 2018, o Afrolab capacitou mais de 400 empreendedores.

O Afrolab Para Elas é uma realização da pretahub e Instituto Feira Preta, com apoio do Sebrae-SP, Oi Futuro e parceria com o British Council e a iniciativa Negras Potências, do Fundo Baobá e Movimento Coletivo com a plataforma de financiamento coletivo Benfeitoria.

As inscrições poderão ser feitas no site.

Fonte: Redação.

TAGs: diversidade Empreendedorismo evento feira-preta