Gestão de Encantamento: é assim que a mágica acontece

11/09/2019


Tudo o que toca as pessoas, suas ideias e suas memórias, tem mais chances de ser lembrado. O que é lembrado pode ser valorizado. E o que é valorizado pode ser consumido, compartilhado, multiplicado.

E o que faz as pessoas prestarem atenção e abrirem mentes e corações para uma nova informação? Às vezes é algo simples, de baixo investimento mas de altíssimo valor como um sorriso, uma frase motivadora, um ato gentil. É exatamente aí, nos pequenos encantos, que a vida fica bem mais grandiosa. Bem mais inspirada.

Em tempos de pensamento generoso e visão de equilíbrio nas relações humanas, com tantas soluções holísticas para as pessoas se entenderem melhor consigo mesmas e com o mundo, não existe nada mais ultrapassado que condutas tóxicas como intolerância, arrogância, hipocrisia, grosseria, prepotência... entre outras desvirtudes altamente nocivas para a criação de um ambiente saudável para a geração de bons vínculos e, ora pois, de bons negócios.

Olhar para isso tudo e perceber que quem pode fazer alguma diferença somos nós mesmos foi o meu estímulo para estudar onde a mágica acontece e cria soluções positivas e produtivas nas nossas interações pessoais, com amigos, família e no mundo dos negócios.

Existe um ciclo de encantamento com etapas claras que funciona como uma estrela para guiar o seu caminho, uma Matriz da Excelência Gestão de Encantamento. Você pode acertar logo de primeira ou não. Têm mais chances aqueles que não desistem fácil. E, dependendo da forma como você lida com os erros, estes podem se transformar em novas estratégias encantadoras.

Eis a fórmula das fórmulas: para encantar, você precisa planejar, claro, mas não pode ter medo de experimentar. Depois de feito, analisar bem a situação e entender o que deu certo, o que deu errado, o que poderia ser melhor. Ajustar a estratégia e, sem perder tempo, replanejar. Então, é #partiuparaoencanto, novamente, repetindo todas as etapas, aprimorando a sua performance a cada vez.

Atenção: encantar é difícil.

Mas desencantar é fácil, fácil: basta uma desconexão, umazinha, para a mágica inteira desandar.

Dica mágica: quer saber mais sobre o assunto mas não sabe por onde começar? Recomendo a leitura e os exercícios que estão em Gestão de Encantamento: Dicas Mágicas e no recém-lançado Gestão de Encantamento 2: Como a Mágica Acontece. Quem já experimentou, se inspirou.

Que o encantamento esteja sempre com você!

TAGs: artigo marina-pechlivanis