The Body Shop apoia o coletivo feminista "NÃO é NÃO!"

20/02/2019


Com o objetivo de lutar contra o assédio, marca ajuda a financiar campanha que consiste na distribuição às mulheres de tatuagens temporárias com os dizeres NÃO é NÃO!

Neste Carnaval, a The Body Shop, marca inglesa ativista de cosméticos naturais, se une ao coletivo feminista brasileiro NÃO é NÃO!, para ajudar a viabilizar a campanha no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Goias, Paraná, Bahia, Pernambuco e Pará.

Leia também: OGX e AZmina criam o movimento #MeuCabeloNão.

O objetivo do grupo, fundado por cinco amigas, é conscientizar as pessoas sobre o assédio sofrido por mulheres, especialmente no Carnaval. Será feita a distribuição gratuita de tatuagens temporárias com os dizeres NÃO é NÃO! nos blocos e demais eventos de rua. É uma forma de estampar na pele que é preciso respeitar os limites e desejos de todas as mulheres.

A ideia nasceu em 2017, quando uma das cofundadoras do coletivo sofreu um assédio às vésperas do Carnaval e decidiu que não poderia mais ficar calada. Dessa forma, as cinco amigas se reuniram a outras 35 mulheres, e juntas começaram a mobilização, arrecadando valor suficiente para a produção de 4.000 tatuagens que seriam distribuídas nos blocos do Rio de Janeiro.

A repercussão foi tão grande, que no ano seguinte, o coletivo decidiu promover um financiamento colaborativo, para que pudessem atingir mais Estados do Brasil.

Pessoas, blocos carnavalescos e empresas puderam contribuir com o NÃO é NÃO!, resultando na produção e distribuição de 27.000 tatuagens em sete cidades (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife e Olinda).

Neste ano, com a ampliação do projeto, cada cidade teve o seu próprio financiamento, organizado pelas embaixadoras locais representantes da campanha.

"É importante levar o debate para outras regiões, a fim de formar uma rede de apoio de mulheres que estão lutando para ocupar diferentes espaços e viver de forma livre e segura em todos eles. Esperamos distribuir mais de 100.00 tatuagens pelo Brasil durante o Carnaval de 2019.", diz Aisha Jacob, uma das cofundadoras.

Os financiamentos precisam atingir valores mínimos para viabilizar o projeto em cada região do Brasil. A campanha só não acontece, caso não se alcance a primeira meta, e dessa forma, as contribuições serão devolvidas.

Com o suporte da marca, foi possível acelerar esse processo nos Estados que ainda não tinham alcançado a primeira meta. "Foi uma parceria imporantíssima para levar adiante os objetivos de transformar o corpo feminino no outdoor na nossa luta. Não é Não! É uma frase simples, direta e óbvia, mas que, infelizmente, ainda precisa ser repetida constantemente.", completa Aisha Jacob.

A The Body Shop apoia essa causa para que o projeto alcance o maior número possível de mulheres em todo o País.

"Somos uma marca, cuja fundadora é uma mulher feminista, que sempre lutou por um mundo mais justo e mais bonito. Enxergamos no Não é Não! uma possibilidade de promover uma reflexão tão relevante, que tem total relação com nossos valores.", comenta Karina Meyer, diretora de Marketing da The Body Shop.

É possível ajudar o coletivo, no financiamento da produção e distribuição de tatuagens pelo site.

 

Fonte: Redação.