SP_Urban ilumina a cidade pelo Maio Amarelo

27/04/2019


Pelo terceiro ano consecutivo o festival de arte digital se une à iniciativa social de segurança no trânsito.

O mês de maio começa voltando as atenções para a segurança no trânsito. É o Maio Amarelo: uma iniciativa criada pelo Observatório Nacional de Segurança Viária e que este ano tem o tema “No Trânsito, o sentido é a vida”.

Para ampliar o alcance dessa mensagem de forma lúdica, o festival de arte digital SP_Urban realiza uma edição “cápsula” durante todo o mês de maio.

A curadoria selecionou quatro obras digitais (sendo um game arte interativo no estilo do clássico “Hit and Run”) para iluminar e adornar São Paulo.

As localizações do SP_Urban x Maio Amarelo 2019 serão nas avenidas Paulista e Brigadeiro Faria Lima.

Ao mesmo tempo em que as obras entretém e colorem o espaço público, elas servem para conscientizar os cidadãos sobre o alto índice de mortes e feridos no trânsito e para chamar a atenção para as novas formas de mobilidade urbana: um assunto de interesse universal.

Três obras digitais (sendo uma interativa onde as pessoas poderão jogar um game no próprio prédio) estarão instaladas na Galeria de Arte Digital do Centro Cultural Fiesp - aquela gigante plataforma de LED a céu aberto que encobre o edifício da Fiesp - na Avenida Paulista.

Esta ação conta com o patrocínio da Hyundai. A quarta obra digital será um túnel imersivo instalado na Avenida Brigadeiro Faria Lima graças ao patrocínio da Ticket Log, marca da Edenred Brasil do setor de gestão de frotas e soluções de mobilidade para o mercado urbano.

As obras são:
 
“Running Safe” (2019).
Game Arte – interativo.
Ricardo Palmieri.

A meca?nica do jogo segue o estilo ”hit and run” no sentido vertical, aproveitando a forma da plataforma LED da Galeria de Arte Digital do Centro Cultural Fiesp. O jogador usará um tablet (fornecido pelo monitor da Fiesp) para jogar. Cada partida dura 90 segundos.

O objetivo e? chegar no topo da pista sem se chocar com nenhum elemento: os obstáculos estão presentes no tra?nsito e também com o próprio jogador, como é o caso dos celulares. Outro objetivo é evitar o tra?fego de vei?culos fora das faixas de rodagem. A passagem pelo posto de gasolina acrescenta bo?nus na pontuac?a?o.

Ricardo Palmieri

Arquiteto, produtor multimi?dia e pesquisador de ferramentas livres para produc?a?o arti?stica. Pesquisa sistemas multimídia e interativos desde 1998. Participou entre 2004 e 2008 da implantac?a?o dos Kits Multimi?dia no Programa Cultura Viva do Ministe?rio da Cultura, em todo o territo?rio nacional.

Foi professor da PUC-SP , Unip, Centro Universita?rio Senac e do IED-SP. Em 2009 ganhou o pre?mio Mi?dias Locativas do Festival Vivo ArteMov, e recebeu menc?o?es honrosas no Prix Ars Electronica nos anos de 2010 e 2013.

Realizou em parceria com Olabi e Galpa?o da Mare? duas edic?o?es (2015 e 2016) do programa Gambiarra Favela Tech. Atualmente realiza projetos de arte audiovisual interativa e e? proprieta?rio da produtora Noisetupi (Sa?o Paulo) onde realiza consultoria de mi?dias interativas customizadas para projetos de educac?a?o, arquitetura e eventos de marketing.

 “Modal” (2019)
Obra Visual
Vapor

Av. Paulista (Galeria de Arte Digital do Centro Cultural Fiesp).

 

Fonte: Redação.

TAGs: intervenção-urbana maio-amarelo são-paulo spurban