Projetos esportivos conscientizam sobre preservação do meio ambiente

11/01/2019


Circuito Amazing Runs conecta pessoas à natureza, ajuda o meio ambiente e conscientiza sobre hábitos mais sustentáveis.

Você sabia que o canudo plástico é um dos principais inimigos do meio ambiente? Somente nos Estados Unidos, 500 milhões de canudos são utilizados diariamente.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Leia também: União Europeia decide banir plástico descartável.

Imagina se juntarmos todos os canudos consumidos diariamente pelo mundo qual seria o impacto disso na natureza?

É difícil se dar conta, mas é provável que todos os canudos que você, leitor, já utilizou na sua vida, estejam em algum lugar impactando negativamente a natureza.

Muitas ideias são adotadas para reduzir esse consumo, e uma dessas iniciativas partiu da Global Vita Sports, empresa responsável pelo Circuito Amazing Runs de corridas em Unidades de Conservação e patrimônios naturais.

Na etapa de 6 e 7 de abril, na Ilha do Mel, a organização vai inserir no kit da prova um canudo ecológico. “Temos como principal objetivo a conscientização dos nossos atletas sobre os impactos negativos que esse vilão pode causar no meio ambiente e mais ainda: queremos contribuir ativamente com a redução na produção e utilização de canudos no mundo.” comenta Arthur Trauczynski, diretor de negócios e marketing da Global Vita Sports.

A Amazing Runs Ilha do Mel já está indo para sua 5ª edição é vista com um carinho especial entre os corredores. Nos últimos dois anos, a prova atingiu o limite total de 700 inscritos, contando com participantes de quase todos os Estados o Brasil e alguns de fora do país. 

Todos os anos acontecem diversas práticas para melhorar a sustentabilidade do evento, como a compensação do carbono emitido com o plantio de árvores, a realização de mutirões de limpeza para remoção de resíduos do local, contratação de ao menos 85% de toda a equipe localmente para geração de renda na comunidade local, entre diversos outros.

“Esperamos que os atletas ao interagirem com o meio ambiente, mudem o seu comportamento de forma positiva no local, e levem também essas boas práticas de conduta para dentro de casa.”, Trauczynski completa.

Mais informações e inscrições aqui.

Fonte: Redação.