Procon e Vigilância Sanitária descartam alimentos em camarotes

06/03/2019


Barcos de sushi e sashimi estavam conservados em temperatura menor do que a recomendada.

No Camarote Allegria, no Setor 11 da Sapucaí, barcos de sushi e sashimi, que totalizavam cerca de 7 quilos de alimentos, foram descartados pela conservação inadequada de salmão e outras espécies de pescado.

Leia também: MB Produções comanda o Bloco da Latinha MIX.

Na inspeção, técnicos da Vigilância Sanitária encontraram os produtos em temperatura inadequada: 17°C,  sendo que o máximo exigido é de 4°C.

No total, 7kg de alimentos foram descartados no Camarote Allegria (Foto: Divulgação).

Qualquer temperatura acima dessa faixa propicia o crescimento de bactérias que afetam a saúde e podem provocar vômitos, diarréia e intoxicações alimentares.

O Procon Carioca notificou o Camarote Vivant, na Marquês de Sapucaí, na segunda-feira, 4 de março.

Segundo o instituto de defesa do consumidor da Prefeitura do Rio de Janeiro, a ação se deu por falta de informação quanto à saída de emergência e lotação máxima e alimentos impróprios para consumo.

Dez quilos de alimentos, entre carne e peixe, foram descartados.

Camarote Vivant, no Sambódromo da Marquês de Sapucaí (Foto: Instagram/Reprodução).

Procurado, o camarote afirmou em nota que providenciou a sinalização e o bufê contratado iria tomar providências quanto à comida.

Segundo o organizadores do camarote, o bufê é fornecido pela Sapucaí, e não há outra opção.

Fonte: Redação.

TAGs: