Comunidade transgênero ganha apoio de 56 marcas nos EUA

06/11/2018


Manifesto nasce depois que Donald Trump afirma que pretende voltar a definir o gênero legalmente como o sexo do nascimento.

56 empresas lançaram na última semana um manifesto conjunto em que declaram apoio à comunidade transgênero norte-americana e frente à notícia de que o atual presidente dos Estados Unidos Donald Trump pretende voltar a definir o gênero legalmente como o sexo com o qual a pessoa nasce.

  • Você confere mais notícias como esta clicando aqui

Além de desqualificar todo o movimento de afirmação da população, a proposta federal pode acabar com proteções legais dadas a pessoas transgênero e de identidade não-binária.

O manifesto em favor da comunidade tem o apoio de 14 organizações de defesa dos direitos LGBTQ+ (como a Glaad e o Transgender Legal Defense and Education Fund), que reuniram as 56 marcas para assinar a declaração.

Leia abaixo a carta traduzida na íntegra:

“Nós, as empresas abaixo-assinadas, estamos com as milhões de pessoas na América que se identificam como transgênero, gênero não-binário ou intersexuais, e pedimos que estas pessoas sejam tratadas com o respeito e dignidade que todos merecem.

Nós nos opomos a qualquer esforço administrativo e legislativo para erradicar proteções transgênero através da reinterpretação de leis e regulações existentes. Nós também somos fundamentalmente contra qualquer política ou regulação que viola os diretos de privacidade daqueles que se identificam como transgênero, de gênero não-binário ou intersexuais.

Nas últimas duas décadas, dezenas de cortes federais afirmaram os direitos e identidades da população transgênero. Conhecedoras de um consenso médico e científico, estas cortes reconheceram que políticas que forçam as pessoas em uma definição de gênero binária determinada pela anatomia do nascimento falham em refletir a realidade complexa da identidade de gênero e da biologia humana.

Reconhecendo que a diversidade e inclusão são bons para os negócios e que discriminação impõe um enorme custo de produtividade (e exerce encargos indevidos), centenas de companhias, incluindo as abaixo assinadas, vem continuamente expandindo a inclusão de pessoas transgênero por toda a América corporativa. Atualmente mais de 80% da Fortune 500 tem claras proteções para identidade de gênero; dois terços tem cobertura médica inclusiva para transgêneros; centenas contam com grupos de pesquisa empresarial LGBTQ+ e aliados e esforços internos de treinamento.

A população transgênero é nossa amada família e amigos, além de valorosos membros de equipe. O que machuca as pessoas transgênero machuca nossas empresas.

Nós pedimos por respeito e transparência na decisão de políticas e igualdade perante a lei para toda a população transgênero.”

As empresas que assinaram o documento intitulado “Business Statement for Transgender Equality” (algo como “Declaração empresarial pela igualidade transgênero”) foram:

    Accenture
    Adobe Systems Inc.
    Airbnb
    Altria Group
    Amalgamated Bank
    Amazon
    American Airlines
    Apple
    Automatic Data Processing Inc. (ADP)
    Bank of America
    Ben & Jerry’s Homemade
    BNY Mellon
    Cargill
    Cisco Systems Inc.
    Citi
    Clifford Chance
    The Coca-Cola Co.
    Corning Inc.
    Corteva Agriscience™, the Agriculture Division of DowDuPont
    The Dow Chemical Co.
    Deutsche Bank
    E. I. du Pont de Nemours and Co.
    Facebook
    Fastly Inc.
    Google
    Hogan Lovells International LLP
    HSBC
    IBM Corp.
    Intel Corp.
    Intuit Inc.
    Iron Mountain
    JPMorgan Chase & Co.
    Levi Strauss & Co.
    LinkedIn
    Lush Handmade Cosmetics
    Lyft
    Marriott International
    MassMutual
    MGM Resorts International
    Microsoft Corp.
    Nike Inc.
    PepsiCo
    Replacements Ltd.
    Ropes & Gray
    Royal Bank of Canada
    S&P Global
    Salesforce
    Sheppard Mullin
    Sodexo Inc.
    Splunk
    State Street Corp.
    TiVo Corp.
    Trillium Asset Management
    Twitter Inc.
    Uber
    Warby Parker

Fonte: Redação.