O título bizarro fará mais sentido à medida que você ler. O mercado anda pequeno. Nos dois sentidos da palavra. Tanto no volume das atividades quanto no adjetivo a ser dado a alguns clientes e donos de Agência (pessoas de ideias estreitas, tacanhas).

Do pequeno ao Mega

12/09/2017

O título bizarro fará mais sentido à medida que você ler. O mercado anda pequeno. Nos dois sentidos da palavra. Tanto no volume das atividades quanto no adjetivo a ser dado a alguns clientes e donos de Agência (pessoas de ideias estreitas, tacanhas).

Pois bem, os clientes agora, dificilmente farão coisas de porte significativo, pois acovardados ou intimidades pelo pessoal de Compras, Suprimentos e Compliance que os convenceram da verdade da célebre frase: Não podemos ostentar. Temem apresentar qualquer coisa ou mesmo. voltar a fazer o que faziam.

Mas o que é ostentar? É a ação de mostrar ou exibir com alarde, com pompa, em atos públicos ou particulares. É se mostrar com ostentação, ou seja, com grande luxo, esplendor ou suntuosidade. Ops. Desde quando uma empresa séria fez ou faz isso?

Os eventos têm sua grandeza na relação direta de seus resultados. Se não, o Incentivo não existira. BÃ! ROI amigo, ROI é o que importa. Se não tem resultado, melhor não fazer até o pequeno.

Com essa idiotice, alguns clientes nada fazem e perdem espaço, lucro e grandeza. E algumas Agências se omitem nas propostas à espera de uma concorrenciazinha. Não podemos pensar pequeno, devemos pensar, planejar e entregar o que dá resultado para o cliente.

Na contramão dos tolos, só os grandes e mega eventos tem tido vazão. Ou não? Vem aí o Rock In Rio, o maior Evento de Live Marketing do mundo, com empresas sérias e de Marketing sério, realizando grandes ações, espaços e eventos. Será que eles estão ostentando? Criaram o Marketing Ostentação?

Os que fizerem coisas pequenas no RIR sumirão e aí sim terão gasto à toa. Veja alguns números do Rock In Rio.

7 Palcos – O Digital Stage, Rock District, Rock Street – África, Street Dance, Sunset, Eletrônica.

Vejam o Line Up do palco mundo:

no dia 15, Ivete Sangalo, Pet Shop Boye, 5 Seconds of Summer e Lady Gaga; 
dia 16, Skank, Shaw Mendes, Fergie e o Maroon 5 (estarei lá); 
dia 17 é dia de Frejat, Walk The Moon, Alicia Keys e Justin Timberlake; depois, 
no dia 21 tem Scalene, Fall Out Boy, Def Lepard e Aerosmith; 
dia 22 tem Jota Quest,  Alter Bridge, Tears for Fears e Bon Jovi;
no dia 23, muito Rock com Titãs, Incubus, The Who e Guns N’ Roses ( não estarei lá, mas queria estar. The Who, pô.); 
A festa acaba no dia 24 com Capital Inicial, The Offspring, Thirty Seconds To Mars e Red Hot Chili Peppers.

O RIR vai gerar 74 milhões de reais em hospedagem nos Hotéis da Cidade do Rio de Janeiro. E bate, esse ano, recorde tanto de produtos licenciados quanto de marcas presentes no Evento, TODAS fazendo Live Marketing, pois falamos de ações ao vivo.

Vejam o que diz Rodolfo Medina,  vice-presidente de MARKETING , de Marketing de verdade, do Rock In Rio:

“O grande número de empresas licenciadas e o novo recorde de produtos que teremos nesta edição reforçam o poder agregador que o RIR traz. Estas empresas têm em mãos uma poderosa ferramenta para se aproximar de seu público e incrementar as vendas de seus produtos e serviços”.

Eu acrescento: Não só no RIR, mas também no seu dia a dia em seus PDVs. Quando os Marqueteiros de outras marcas e produtos vão entender isso?

Se vc é adepto do pequeno, ok. Considerando que pensar pequeno ou grande exige o mesmo esforço, continuarei pensando Mega, porque acredito que tudo cresça e evolua na vida...


Fonte:: Tony Coelho