Rally Caminhos da Neve passará pela Serra Catarinense

20/06/2018


O Rally Caminhos da Neve promete aquecer a Serra Catarinense no final deste mês. Carros, motos, quadriciclos e UTVs vão invadir a região da Coxilha Rica para o percurso inédito e mais gelado do calendário off road do Brasil, com largada e chegada em Lages, no dia 29 de junho ao dia 1º de julho, com passagem por Lages, São Joaquim, Urubici, Urupema, Painel e Capão Alto. Ao todo, serão 650 quilômetros de percurso, sendo 404 deles em especiais, nas provas que são válidas para o ranking brasileiro cross country em todas as categorias.

Se para os pilotos a ansiedade para correr no gelo só cresce, para as autoridades região que recebe o evento, a expectativa é extremamente positiva. Nacionalmente conhecida pelo clima frio e neve, agora também pretende ampliar e fomentar o turismo de aventura para os períodos fora do frio. E o Caminhos da Neve pode ser uma excelente vitrine neste aspecto.

“O impacto é extremamente positivo, pois vai divulgar a flora e a fauna da nossa região. Ficamos estigmatizados pelo turismo de inverno, mas temos muitas outras atrações e roteiros para oferecer, mesmo fora da época de clima frio. O rali vem colaborar com nosso turismo de aventura que é um aspecto forte que queremos explorar bem.”, destaca Antenor Pinto de Arruda, o Tena, Secretário de Turismo de Urupema, cidade onde está um dos pontos mais gelados da Serra Catarinense (Morro das Torres) e onde será a linha de chegada da especial cronometrada de domingo da prova, depois os competidores do rali parte em deslocamento para a cerimônia de premiação que será em Lages, no  Lages Garden Shopping.

De acordo com Sara Dutra Correa, o Rally Caminhos da Neve deve trazer um importante incremento na economia de São Joaquim, cidade onde é secretária de Turismo e que faz parte do percurso.

“O aumento no fluxo de visitantes por causa do evento, desde os organizadores e participantes, até o público em geral que vem para assistir o evento e que vai circular no comércio local, nos restaurantes, na rede hoteleira além dos postos de combustível. E isso tudo injeta dinheiro e movimenta o município e toda a região. Além de fomentar a prática do esporte, reforçar as belezas naturais serranas pelo trajeto que percorre e, ainda, ser um entretenimento bem diferente para os locais.”, afirma.

“Entre os principais atrativos do município de São Joaquim estão as vinícolas que produzem os Vinhos finos de altitude, a gastronomia elaborada com frescal e queijo Serrano, e belos pontos turísticos como a Igreja Matriz, o Monumento ao Fundador do Município e o Museu Histórico. Além, é claro, das belas paisagens de inverno com geada ou até mesmo com neve.”, concluiu Sara Dutra Correa.

Fonte: Redação Promoview.