Ilha do Mel recebe etapa do Circuito Amazing Runs

17/03/2019


Nos dias 6 e 7 de abril, um dos principais pontos turísticos do litoral do Paraná recebe a quinta edição do evento com percursos de 6K, 9K, 14,5K, 22K e os Desafios de dois dias.

A Ilha do Mel é considerada um dos principais pontos turísticos do Brasil, um paraíso ecológico a menos de uma hora da Capital do Paraná. 

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Todos os anos, a ilha situada na Baia de Paranaguá atrai turistas do mundo inteiro que se deslumbram com as paisagens cênicas, a natureza preservada, a simpatia da comunidade local e a experiência de percorrer o destino a pé ou de bicicleta, pois no local não é permitido a entrada de veículos motorizados.

 Há 5 anos, a Global Vita Sports utiliza a paradisíaca Ilha do Mel como pano de fundo para sediar a primeira etapa do Circuito Amazing Runs.

Este ano não será diferente: nos dias 6 e 7 de abril, a rústica Ilha do Mel vai receber 700 corredores vindos de todos os cantos do Brasil e de outros países para viverem uma experiência inesquecível.

 Restam apenas 200 vagas disponíveis para esse desafio, as inscrições estão abertas e podem ser realizadas pelo site.

Uma das novidades da prova é a inclusão de um canudo ecológico no kit do atleta. “Temos como principal objetivo a conscientização dos nossos atletas sobre os impactos negativos que esse grande vilão pode causar ao meio ambiente e mais ainda: queremos contribuir ativamente com a redução na produção e utilização de canudos no mundo.” comenta Arthur Trauczynski, diretor de negócios e marketing da Global Vita Sports.

Todos os anos acontecem diversas práticas para melhorar a sustentabilidade do evento, como a compensação do carbono emitido com o plantio de árvores, a realização de mutirões de limpeza para remoção de resíduos no local, contratação de ao menos 85% de toda a equipe de apoio localmente para geração de renda na comunidade local, entre outras.

“Esperamos que os atletas ao interagirem com o meio ambiente, mudem seu comportamento de forma positiva e levem essas boas práticas de conduta para dentro de casa.”, Trauczynski completa.

 

Fonte: Redação.