Gillette mostra que game não é brincadeira

02/09/2018


“Não é só um joguinho”. A frase repetida tantas vezes pelos jogadores de esportes eletrônicos na tentativa de explicar a seriedade dos games, inspirou o rapper Emicida a compor um manifesto em favor dos jogadores.

A música foi apresentada em primeira mão na abertura da final do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), no sábado (08/09) em Porto Alegre (RS).

A partida entre os times Kabum e Flamengo foi marcada também pelo anúncio oficial da Gillette como patrocinadora do CBLoL. O investimento no torneio da Riot Games envolveu uma série de ações e conteúdos, inclusive, um novo filme que marca a entrada de forma mais incisiva da fabricante de lâminas de barbear no território de esportes eletrônicos.

O filme assinado pela agência Grey Brasil foi veiculado na abertura da final do sábado e evidencia a preparação e a seriedade dos atletas, ressaltando que jogar não é brincadeira. “A gente faz na campanha uma ode à preparação que é necessária para um jogador de esports. Quando você começa a entender o que o atleta passa, você realmente vê que não existe diferença de um esporte dito tradicional.”, explica Fernando Bueno, gerente de Marketing da Gillette.

“Por outro lado, esse comercial é baseado na nossa campanha Um Novo Homem Todo Dia, que fala do desejo e desafio que é tentar ser melhor a cada dia. No caso de League Of Legends especificamente, que é um jogo que muda a cada duas semanas, essa preparação é ainda mais necessária do que no esporte tradicional que não muda tanto.”, completa Fernando.

Dentro da proposta de marcar presença mais ativa no território de e-Sports no Brail, a Gillette anunciou também o jogador Gabriel Kami Bohm como seu novo embaixador.

O jogador de LoL será um dos líderes de um novo reality show promovido pela marca e produzido em parceria com a Webdia.

No Gillette ULT (Ultimate Legends Training), a marca vai selecionar dois novos atletas profissionais que diputarão a próxima classificatória para o campeonato brasileiro.

“Fazer o reality show é realmente uma forma concreta de fazer algo pelos consumidores que estão nesse território e têm o desejo de ser jogador profissional. Gillette é sobre preparação e precisão e também sobre a vontade de vencer, então quando a gente faz um reality que vai ajudar a preparar os próximos jogadores profissionais, essa é uma oportunidade bacana de mostrar o que envolve essa profissão. Não é só um joguinho, como o Emicida cantou hoje.”, finaliza Antunes.

Fonte: Redação Promoview.

TAGs: Cultura Espaço Físico Espaços para Eventos Evento Esportivo Games e Jogos Higiene e Cuidados Pessoais Marketing Porto Alegre Rio Grande do Sul Sul (Brasil)