Copa do Mundo de Futebol Feminino e as ativações das marcas

07/06/2019


Buscando criar o mesmo clima de festa e torcida para as jogadoras do torneio, as empresas querem diminuir a diferença de tratamento para o evento por parte do público em geral e gerar mais empoderamento feminino.

copa do mundo de futebol femininoA Copa do Mundo de Futebol Feminino da Fifa 2019 começa nessa sexta (7), e, como parte do incentivo à diversidade e equidade de gênero nas empresas, muitas companhias farão ativações junto aos seus funcionários – principalmente durante os jogos do Brasil.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

Marcas como Visa – patrocinadora oficial da Copa do Mundo de Futebol Feminino da Fifa 2019, O Boticário, Guaraná Antarctica – patrocinadora das Seleções brasileiras feminina e masculina, Corteva, Athié Wohnrath, Unilever Brasil, Votorantim S.A. e Votorantim Cimentos se engajam em apoio ao Mundial.

Pela primeira vez na história, os jogos da Seleção Brasileira Feminina durante a Copa do Mundo serão exibidos em um canal de televisão aberta. Com a confirmação da transmissão das partidas, todos começaram a se preparar.

copa do mundo de futebol feminino

A Visa, uma das patrocinadoras oficiais do evento, considera a Copa do Mundo de Futebol Feminino da Fifa um marco importante na jornada da empresa.

Bem antes dos anúncios oficiais, reforça seu compromisso de apoiar o esporte, e, neste contexto, empoderar a mulher como líder e agente de mudança. Este ano marcará o maior investimento já feito da Visa no futebol feminino.

Internamente, a Visa já está celebrando o patrocínio: a empresa está com uma decoração temática no seu escritório e promoverá festas durante as partidas da Seleção Brasileira.

copa do mundo de futebol feminino

No segundo jogo que acontece na próxima quinta (13), também vai promover a final de um campeonato de Playstation, começado há um mês entre os colaboradores. Além disso, também tem promovido ações promocionais com parceiros, e promoveu o ‘Visa Everywhere Initiative’, uma competição global de mulheres sócias de fintechs ou de empresas que trazem impacto social, que terá sua grande final em junho, na França.

Para os jogos do Brasil, assim como costumam fazer no futebol masculino, as marcas pretendem realizar ações durante o Mundial, permitindo aos funcionários que assistam às partidas em ambientes exclusivos, ou até mesmo liberando a equipe durante os jogos.

Com isso, querem colaborar com a meta de um bilhão de espectadores traçada pela Fifa. O Grupo Boticário, vai repetir a operação realizada no ano passado durante a Copa do Mundo de Futebol Masculino.

Na oportunidade, a empresa criou dois formatos, um para os escritórios, que são liberados no turno da partida, e outro para as fábricas e centros de distribuição, que permite que funcionários assistam as partidas em uma infraestrutura oferecida pela própria empresa.

boticário

Os jogos do Brasil na casa da patrocinadora da Seleção, Guaraná Antarctica, da Ambev, que patrocina a Seleção Brasileira há 18 anos, preparou uma ação especial para o Mundial.

Durante a Copa do Mundo, a Ambev pretende transmitir os jogos em telões nas áreas comuns dos escritórios, com disponibilização de comida e bebida para os funcionários.

A marca de refrigerantes lançou um movimento convocando outras empresas para apoiar e dar mais publicidade à Seleção Feminina e conseguiu reunir 13 empresas em prol das jogadoras e também do projeto Joga Miga, que incentiva mulheres a jogar futebol amador em todo o Brasil.

guaraná antarctica

A estreia da Seleção Brasileira será no dia 9 de junho, domingo, às 10h30 contra a Jamaica, o segundo jogo acontece na quinta (13), às 13h, contra a Austrália.

Outras ativações das marcas

A Corteva Agriscience instalou telões dentro de todas as suas sedes no país para que os funcionários possam acompanhar os jogos do Brasil. A iniciativa partiu do Network Mulheres (a empresa incentiva a formação de grupos de representação de minorias para propor ações que promovam a diversidade), partindo de uma demanda das funcionárias.

A Votorantim Cimentos também terá horários especiais de expediente. No dia 13, os funcionários poderão fazer um horário de almoço estendido saindo ao meio-dia e retornando após a partida.

Aqueles que preferirem assistir no escritório na sede central em São Paulo a partida será transmitida por TVs. Também está promovendo uma campanha interna em sua rede social com publicação de posts com curiosidades sobre o futebol feminino, incentivo ao uso da camiseta da Seleção Brasileira e galeria de fotos dos funcionários assistindo às partidas em casa ou nas unidades da empresa.

O mote da campanha é #torcerporelas. Já a Votorantim S.A. deixará as TVs do escritório ligadas para a transmissão de todos os jogos. Nos dias da Seleção Brasileira, a partida poderá ser assistida no escritório.

guaraná antarctica

Além disso, o ambiente receberá decoração, haverão ações nas redes sociais e o tradicional bolão entre os funcionários, com a camisa da Seleção Feminina e a bola oficial do torneio como prêmio para os vencedores.

Na Athié Wohnrath, do ramo de arquitetura e construção, as TVs corporativas devem ficar ligadas e haverá um happy hour temático para os funcionários.

No caso da Unilever Brasil, a companhia entende que as empresas têm papel fundamental em promover mudanças positivas na sociedade e acredita no poder das mobilizações coletivas.

Por isso, a companhia se uniu ao Grupo Boticário na campanha "Com Você Eu Jogo Melhor" para promover o futebol feminino - um esporte que por 40 anos teve sua prática por mulheres proibida por lei.

Em linha com ações da parceria, a Unilever vai interromper as atividades durante os jogos do Brasil disponibilizando telões e snacks para os funcionários que optarem por assistir aos jogos na empresa.

Confira abaixo o vídeo da Visa de apoio ao futebol feminino:

Caso não consiga visualizar o vídeo clique aqui.

Fonte: Redação.

TAGs: ambev boticário copa-do-mundo-de-futebol-feminino guaraná-antarctica marketing-de-incentivo marketing-esportivo unilever visa