CBF Social recebeu mais de 3 mil crianças em 2017

15/12/2017


Durante o ano de 2017, o CBF Social viajou o Brasil para levar futebol e solidariedade a milhares de jovens. De Belém a Porto Alegre, de Florianópolis a Porto Velho, onde esteve, o CBF Social usou o futebol como ferramenta para construir sorrisos e transformar vidas. Ao todo, cerca de três mil jovens foram recebidos pelo projeto.

O Festival de Futebol, evento mais tradicional do CBF Social, visitou Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro (RJ), Resende (RJ), Macapá (AP) , Araraquara (SP), Curitiba (PR), São Paulo (SP), Brasília (DF), Belém (PA), Fortaleza (CE), Porto Velho (RO), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). A atividade leva conhecimento e ensinamentos sobre futebol para as crianças, além de passar mensagens importantes sobre a vida em sociedade e a compreensão do espírito esportivo.

Ao longo do ano, o CBF Social lançou dois importantes projetos para o desenvolvimento do futebol no país. Em Ribeirão Pires, a CBF iniciou o programa Gol do Brasil. Com um curso esportivo, a Confederação irá preparar professores locais para administrar as aulas do programa, que tem como objetivo incentivar a prática desportiva entre os jovens. Também nesta linha, em Belo Horizonte, a CBF lançou o programa Seleções do Futuro, que visa promover o desenvolvimento do futebol entre jovens de 6 a 17 anos, meninos e meninas, com preferência para os que estudam em escolas públicas. Em ambos os projetos, a metodologia usada será a do CBF Social.

Em cada cidade que visitou, o Festival convidou institutos e organizações que também se esforçam o ano inteiro para contribuir com a vida daqueles jovens. O Beach Soccer também não ficou de fora da agenda do CBF Social. Com eventos especiais, a modalidade foi uma porta para a inclusão de jovens com Síndrome de Down, como no amistoso entre Santos e Corinthians no começo do ano.

Por fim, o CBF Social fechou 2017 com chave de ouro com o treino da Seleção Brasileira em Porto Alegre. Cerca de 20 crianças tiveram a oportunidade de conhecer seus ídolos e fizeram a festa com Daniel Alves, Neymar, Gabriel Jesus e todo o grupo canarinho no gramado do Beira-Rio, na capital gaúcha.

– Vejo que foi uma temporada incrível para o nosso projeto. Conseguimos levar muita alegria, lições importantes sobre o futebol e virtudes para que os jovem levem isso no dia a dia. Meu sentimento e o do Dr. Walter Feldman é de muita satisfação. Acho que, de certa forma, conseguimos fazer a diferença na vida de crianças e adolescentes do nosso país – destacou o Gerente de Desenvolvimento Técnico, Responsabilidade Social e Sustentabilidade da CBF. 

Fonte: Redação