Acordo entre Premier League e Facebook não vingou

07/03/2019


Gigante das redes sociais transmitiria torneio para Tailândia, Vietnã, Laos e Camboja.

De acordo com o site SportBusiness, ficou claro apenas agora que não houve um contrato assinado de fato.

O melhor do marketing esportivo está aqui.

A Premier League teria entrado em um "contrato de suspensão" com o Facebook, dando à plataforma de mídia social um período de negociação exclusivo por ter dado o maior lance.

Só que as duas partes aparentemente não conseguiram chegar a um acordo sobre uma série de questões após oito meses de negociações e decidiram não seguir adiante.

O contrato, que tinha o valor estimado em £ 200 milhões, deveria começar na próxima temporada e cobriria até o final da temporada 2021/2022.

Com o cancelamento, a Premier League será forçada a colocar os direitos de transmissão de volta no mercado para encontrar um novo parceiro de transmissão para a região.

Dessa forma, as favoritas passam a ser BeIN Sports e Fox Sports Asia, ambas interessadas desde o início da venda de direitos, mas que haviam sido superadas financeiramente pelo Facebook.

O acordo do Facebook com a Premier League foi o primeiro dos movimentos da empresa para cobertura ao vivo das principais Ligas do futebol europeu no mercado asiático.

Em julho de 2018, o gigante das redes sociais fechou um contrato com a LaLiga na Índia, onde está mostrando o campeonato de forma gratuita via streaming em um acordo que vai até o final da temporada 2021/2022.

Fonte: Redação.

TAGs: