Museu Afro Brasil apresenta a agenda de janeiro

29/12/2018


O funcionamento do museu é de terça-feira a domingo, das 10 às 17hs, com permanência até às 18hs. Entrada Inteira: R$ 6,00 - Meia Entrada: R$ 3,00 - Grátis aos sábados.

Exposição de Longa Duração: Pretende contar uma outra história brasileira. (...) tem a intenção de desconstruir um imaginário da população negra, construído fundamentalmente pela ótica da inferioridade ao longo da nossa história e transformá-lo em um imaginário estabelecido no prestígio, na igualdade e no pertencimento, reafirmando assim o respeito por uma população matriz de nossa brasilidade.

O melhor do entretenimento está aqui.

Design e Tecnologia no tempo da Escravidão:  A mostra apresenta mais de 400 peças do acervo do museu, entre objetos de uso doméstico e ferramentas para ofícios rurais e urbanos, que contextualizam o conhecimento aplicado na produção de objetos e utensílios dos séculos XVIII e XIX.

Um Deoscóredes - 100 anos do Alapini Deoscóredes Maximiliano dos Santos: A exposição é uma homenagem ao centenário de nascimento de Mestre Didi (1917-2013), Alapini do Ilê Asipa e filho de Mãe Senhora (1890-1967) - iyalorixá do Ilê Axé Opô Afonjá. 

África Contemporânea: A exposição apresenta trabalhos de artistas contemporâneos de diversos países africanos, criadores conhecidos por exporem as próprias feridas e acumulações por meio de pinturas, esculturas, instalações, desenhos e colagens.

África e a Volta dos Espíritos: A mostra África e a Presença dos Espíritos reúne esculturas, máscaras, asens e moedas produzidas em cobre, madeira, tecido, miçangas e fibra vegetal dos tradicionais povos africanos Guro, Fon, Senufo, Iorubá, entre outras etnias.

Isso é coisa de Preto: 130 anos da Abolição da Escravidão: Nos 130 anos da abolição da escravidão (1888), o Museu Afro Brasil ressalta a competência, o talento e a resistência negra que evidenciam e valorizam a fundamental contribuição africana e afro-brasileira na construção do país.

Exposição Marcelo D'Salete - História Negra em Quadrinhos - até 24 de Fevereiro de 2019: A exposição apresenta trabalhos do ilustrador e autor de histórias em quadrinhos Marcelo D'Salete., brasileiro vencedor do Eisner, a maior premiação do universo dos quadrinhos. em 2018. A mostra contará com trabalhos do artista, entre eles Angola Janga (Pequena Angola), seu livro mais recente, que aborda os antigos mocambos da Serra da Barriga, mais conhecidos como Palmares.

Exposição Olhares Revelados - Até 24 de Fevereiro de 2019: Com curadoria de Silvio Pinhatti, “Olhares Revelados” reúne fotografias de sete brasileiros: Andrea Fiamenghi, Eidi Feldon, Gil Rennó, Lucila de Avila Castilho, Paulo Behar, Pedro Sampaio e Tuca Reinés. Para além do ofício que os une, os artistas possuem em comum o afeto e a celebração do fazer fotográfico tal qual o mesmo se popularizou no século 20, buscando por meio da fotografia a beleza, a comunicação e a impressão de sentido à imagem. 

Diversas atividades educativas também estão programadas. Para saber mais clique aqui.

Fonte: Redação.

TAGs: