Movimento Free Free explora o universo feminino

03/05/2019


Avatar "Gloria", robô com inteligência artificial para atendimento de vítimas de violência, realiza o primeiro contato com o público.

O Free Free, movimento criado pela diretora criativa e stylist Yasmine Sterea para promover iniciativas de resgate da identidade e liberdade das mulheres por meio da expressão e criatividade, realiza, no dia 5 de maio, o Free Free Festival – evento gratuito e aberto ao público com a proposta de explorar o autoconhecimento, confiança e liberdade das mulheres.

O melhor do entretenimento está aqui.

Leia também: Aplicativos despontam no combate à violência contra a mulher.

A programação acontece na Praça Victor Civita, em São Paulo, ao longo de todo o dia.

"O festival é um convite para que as mulheres se entreguem a novas experiências e percebam que o lugar em que estão agora não é o único lugar que precisam estar. É só circular, entrar em outra sala, conhecer pessoas, ouvir novos assuntos e descobrir possibilidades. Ser quem somos de verdade não envolve fazer sempre a mesma coisa. O Free Free é sobre isso.", explica Yasmine.

movimento free free avatar gloria

Com o tema "Para se despir, vestir e colorir", o festival oferece uma série de atividades simultâneas que discutem o universo feminino e amplificam a voz de mulheres dos mais diversos backgrounds - de influenciadoras digitais a promotoras de justiça.

Violência, empreendedorismo, carreira e espiritualidade são temas das rodas de conversa junto com as habituais discussões a respeito de corpo, autoestima e maternidade.

"Por exemplo, ao invés de trazer maquiagem da perspectiva de padronizar, corrigir ou 'embelezar', trazemos o olhar da pintura facial. É sempre do ponto de vista da liberdade, criatividade, a vontade de se divertir criando um novo personagem.", conta Yasmine.

Um dos destaques da programação será a imersão Gloria, que consiste em apresentar o avatar "Gloria", robô com inteligência artificial desenvolvido pelo Movimento Free Free em parceria com um hub de empresas de tecnologia e inovação, que tem como objetivo auxiliar o combate da violência contra a mulher.

A "imersão Gloria" será o primeiro contato do avatar com o público, para que ela aprenda informações e crie base para dialogar e interagir com vítimas de violência para ajudá-las.

Após o evento, a plataforma estará disponível em perfis no Facebook e Instagram e auxiliará no mapeamento de dados e relatórios em território nacional. As mulheres poderão conversar com a "Gloria" que entenderá os fatos relatados e identificará soluções para a quebra do ciclo de violência.

Entre as rodas de mulheres, a conversa #eudecido levanta uma das principais causas do Free Free. Em parceria com o Núcleo de Gênero do Ministério Público do Estado de São Paulo, o movimento desenvolveu um calendário de atividades e projetos para apoiar mulheres em suas trajetórias de superação e independência após situações de violência e abuso.

A ideia é falar sobre o trabalho desenvolvido com o MP para a causa #eudecido, além de discutir o poder de decisão das mulheres sobre suas vidas, carreiras e manifestações. A roda conta também a participação de Patricia Santos, fundadora da EmpregueAfro, consultoria de RH que se propõe a abrir espaço para jovens negros no mercado de trabalho.

A programação também traz atividades e oficinas que convidam o público a repensar beleza, roupas e até dança. Espaços de customização de camisetas, pintura facial e momentos de dança meditativa e africana antecedem o show do grupo As Bahias e A Cozinha Mineira.

O evento que traduz os princípios do Free Free também coloca luz na primeira coleção de roupas exclusiva do movimento - a Free Free Serie 01. Trata-se de uma linha desenvolvida com base em refugo de tecidos, garimpos de brechós, artesanatos e peças doadas pela Riachuelo, criada para arrecadar fundos para as atividades sociais do movimento, além de oferecer uma alternativa de consumo de moda mais consciente e circular.

movimento free free

As peças foram customizadas com artefatos de 10 comunidades de artesãs, artistas e costureiras de diferentes estados e cidades do país e ganharam identidade única com bordados, aplicações e outras técnicas manuais, que imprimem a história de vida dessas mulheres.

O Free Free Festival conta com o patrocínio das marcas Riachuelo, Quem Disse Berenice, Schutz e Eqlibri, e apoio da Pantys, Grin, Beefeater, Jameson, WME e House of All.

Confira programação completa no site.

Fonte: Redação.

TAGs: avatar-gloria evento live-marketing violência-contra-a-mulher