Monobloco participa do Carnaval de Rua de São Paulo

15/02/2019


Produzido pela Pipoca, evento tem expectativa de reunir 300 mil foliões na região do Parque do Ibirapuera.

Fundado há 19 anos por C.A. Ferrari, Celso Alvim, Mário Moura, Pedro Luís e Sidon Silva, o Monobloco volta ao Carnaval de São Paulo para o quarto desfile consecutivo no Ibirapuera, se renovando a cada ano, sem deixar de lado a sua marca registrada: misturar cavaco, repique, tamborim, chocalho, surdo e agogô com grooves de guitarra e baixo.

Veja também: Michel Teló puxa o bloco Bem Sertanejo no Ibirapuera

Com produção da Pipoca, o bloco vai para ruas dia 24 de fevereiro, domingo, a partir de 14h, na Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente à praça do Obelisco, na região do Parque do Ibirapuera.

Para o Carnaval deste ano o Monobloco chega com o tema "Abram Alas Pra Elas - Homenagem às mulheres da música brasileira", escolhido por votação entre os integrantes das oficinas de percussão do Monobloco em São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, como conta Celso Alvim, diretor de bateria desde o primeiro desfile: “A ideia foi interagir ainda mais com os alunos, pedindo que eles nos ajudassem a escolher o tema do Carnaval.”

O repertório renovado trará sucessos de compositoras e interpretados mais variados estilos. Segundo Pedro Luís, cofundador do Monobloco, são muitas as mulheres brilhantes na história da nossa música e a ideia é contemplar o maior número possível de estrelas.

“A força do feminino há de fazer a diferença! Posso destacar nomes como Chiquinha Gonzaga, Carmen Miranda, Elza Soares, Maria Bethânia, Gal, Alcione e Clara Nunes, entre outras. Da nova geração teremos Céu, Tulipa Ruiz e Ludmilla, para citar algumas. Vai ser bonito poder contar um pouco dessa história.”, resume.

O desfile também terá clássicos do repertório do Monobloco como "Taj Mahal", "Fio Maravilha",“É Hoje” e "Coisinha do pai", sucesso na voz de Beth Carvalho; "Sonho Meu", de Dona Ivone Lara; "Já sei namorar", dos Tribalistas; "Uma noite e meia", de Marina Lima, além hits de Anitta, Ludmilla e Iza, como "Essa mina é louca”, “Din Din Din” e “Pesadão” sempre na levada característica da bloco.

O Monobloco também ganhou nova identidade visual, inspirada no tema de 2019 e criada pela agência 6D. A nova logo traz três versões femininas para o famoso “bonecão” azul do Bloco, representando as mulheres, grandes homenageadas dos desfiles deste ano.

Além do Monobloco, a plataforma cultural Pipoca produz outras atrações no carnaval de rua de São Paulo como o bloco Frevo Mulher da Elba Ramalho, Alceu Valença e seu bloco Bicho Maluco Beleza (23/02), Navio Pirata do BaianaSystem (09/03), Bell Marques (09/03), Orquestra Voadora e Preta Gil (10/03), além de ser responsável pela co-produção do Acadêmicos do Baixo Augusta (maior bloco da Capital paulista), viabilizando também patrocínios para outros 11 blocos tradicionais e regionais de São Paulo (SP), três na cidade de Olinda (PE) e três na Capital carioca, Rio de Janeiro (RJ).

A expectativa deste ano é de superar 2 milhões de foliões em todos os desfiles.

 

Fonte: Redação.

TAGs: